Publicidade

Estado de Minas

Entidade lança projeto de apadrinhamento afetivo para jovens em situação de acolhimento


postado em 17/01/2018 14:00

Como forma de possibilitar a construção de laços de carinho e amizade com crianças a partir de 10 anos de idade e adolescentes em situação de acolhimento institucional com possibilidades remotas de adoção ou sem perspectivas de retorno imediato ao convívio familiar, o CRAMI - Centro Regional de Atenção aos Maus Tratos na Infância do ABCD criou o Projeto Apadrinhamento Afetivo.

Sua apresentação será por meio de uma palestra neste sábado (20 de janeiro) às 9h30, voltada ao público em geral, mediante inscrição. De acordo com o presidente do CRAMI Evenson Robles Dotto, o Apadrinhamento amplia a oportunidade desses jovens de receberem atenção individualizada, experiências afetivas e oportunidade de vivenciarem situações cotidianas, não implicando em vínculo jurídico de guarda, tutela ou adoção.

O CRAMI possui parcerias com a Secretaria de Cidadania e Assistência Social de Santo André, Vara da Infância e Juventude, Defensoria Pública e Ministério Púbico e este Projeto Apadrinhamento Afetivo tem apoio da KNH ? Kindernothilfe, uma agência alemã de desenvolvimento que apoia projetos voltados à garantia de direitos humanos de crianças e adolescentes.

A palestra será realizada na sede do CRAMI, localizada na rua Humberto Olivieri, 114 - Jardim Bela Vista - Santo André e as inscrições deverão ser feitas gratuitamente pelo e-mail apadrinhamentoafetivo@crami.org.br .

O CRAMI foi criado há 30 anos por um grupo de profissionais, empresários e pessoas da sociedade civil que compartilhavam de uma preocupação em comum, o combate a qualquer tipo de violência contra crianças e adolescentes. Hoje, com três unidades em Santo André, São Bernardo do Campo e Diadema, presta atendimento a crianças e adolescentes vítimas de violência e ao agressor, além de executar o projeto de abordagem social de crianças e adolescentes em situação de rua no município de Santo André . Para saber mais acesse: www.crami.org.br .

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade