Publicidade

Estado de Minas

Brasil atinge 150 MW de potência instalada em sistemas de microgeração e minigeração distribuída de energia solar fotovoltaica


postado em 05/01/2018 17:00

(foto: Dino)
(foto: Dino)
No Brasil hoje, a energia solar fotovoltaica representa 75,5% do total da potência instalada da microgeração e minigeração distribuída, alcançando a marca histórica de 150 MW. Segundo mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), a fonte solar fotovoltaica, baseada na conversão direta da radiação solar em energia elétrica de forma renovável, limpa e sustentável, lidera com folga o segmento de microgeração e minigeração distribuída, com 99% das instalações do País.

De acordo com a entidade, o Brasil possui atualmente 18.214 sistemas solares fotovoltaicos conectados à rede, trazendo economia e engajamento ambiental a 20.518 unidades consumidoras, somando mais de R$ 1,33 bilhões em investimentos acumulados desde 2012, distribuídos ao redor de todas as regiões do País.

Uma das empresas que vem contribuindo na ampliação desses números é a Enerray do Brasil. Uma empresa especializada em energia fotovoltaica, subsidiária da SECI Energia da Itália (Gruppo Industriale Maccaferri), que detém a liderança na montagem de empreendimentos fotovoltaico, é responsável por duas obras no interior da Bahia com usinas que gerarão 254 MWp e 103 MWp e uma produção anual está estimada em 700 GWh.

Segundo o diretor geral da Enerray, Thomas Kraus, atualmente, consumidores residenciais lideram o uso da energia solar fotovoltaica, representando 42% da potência instalada no País, seguidos por empresas dos setores de comércio e serviços (39%), indústrias (9%), sistemas localizados na zona rural (5%), edificações e serviços do poder público (5%), como escolas, hospitais, tribunais e iluminação pública.

"A fonte solar fotovoltaica no Brasil, com a certeza de que terá um forte crescimento do setor nos próximos anos. Há um interesse cada vez maior da população, das empresas e também de gestores públicos em gerar energia renovável localmente", comenta Kraus.

A Enerray do Brasil foi responsável por uma obra de 550 hectares, que compreende um sistema fotovoltaico de geração centralizada de energia, construída no estado da Bahia, no Nordeste do Brasil. A energia que será produzida, equivale às necessidades anuais de consumo de mais de 268 mil domicílios brasileiros, evitando a emissão de mais de 180 mil toneladas de CO2 por ano. As obras já realizadas pela Enerray são responsáveis por retirar da atmosfera 524.332,23 toneladas de CO2.

Segundo ainda o Diretor da Enerray do Brasil, Thomas Kraus, o Brasil é um mercado com perspectivas de crescimento muito significativas a médio e longo prazo e a Enerray pretende se estabelecer como uma importante empresa no setor de energia renovável. A Enerray disponibiliza maiores informações sobre os sistemas de geração de energia em seu site www.enerray.com.br ou pelo e-mail info@enerray.com.br


Website: http://www.enerray.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade