Publicidade

Estado de Minas

Uso do cobre é benéfico e sustentável para economia do país e para a população


postado em 28/12/2017 14:45

(foto: Dino)
(foto: Dino)
O cobre está presente na maioria dos produtos que utilizamos atualmente, mesmo que em pequenas partes, como em eletrônicos tais como computadores, controles, smartphones, fones de ouvido, entre outros. O cobre é considerado como um dos primeiros materiais usados pelo homem. Registros mostram o uso desse metal desde 9.000 antes de Cristo, e apesar dos agentes do tempo, muitas peças se mantém intactas. Atualmente, o cobre é usado em diversas situações como em fios para iluminarem uma cidade ou em formato de canos para a passagem de água quente ou outros líquidos, pois é resistente a altas temperaturas.

O uso do cobre é comum para complementar partes mecânicas e conectores de carros como fios, rolamentos, radiadores e no motor do automóvel. Ao usar esse tipo de material, o produto fica mais resistente a qualquer tipo de atrito ou superaquecimento. Também é usado em placas para coletar energia solar e ajudar assim na economia de energia elétrica, o que classifica esse metal como um produto sustentável. Além de seu potencial de reciclagem, estudos mostram que cerca de 30% da produção global de cobre vem de produtos reciclados.

Pesquisas feitas pelo IBRAM (Instituto Brasileiro de Mineração), mostram que os maiores produtores de cobre do mundo são o Chile com 33,6% da produção mundial; o Peru com 7,58% e a China com 7,5%. Esses países exportam cobre para países que não possuem esse material em seu território nacional como Japão, Coreia do Sul e Alemanha, que utilizam o metal para que possam construir prédios e outros produtos.
Entre os maiores produtores de cobre do mundo, o Brasil fica na décima quinta posição com 1,4% da produção mundial. Entre eles, os estados que mais produzem cobre são o Pará com a cerca de 85% da produção; Goiás com 7%; a Bahia com 4% e o Alagoas com 3%. Mesmo com a crise atingindo todos os setores, a produção de cobre não diminuiu e atingiu a marca de 17 milhões de toneladas. Especialistas do setor ainda esperam o aumento dessa produção nos próximos anos.

Segundo a IntrelCaf , empresa especializada em produtos de cobre , fazer uso do cobre em construções ou uso doméstico é mais seguro e saudável, além de terem um tempo de vida maior do que os outros materiais devido a sua resistência à umidade e calor. "O ser humano faz o uso do cobre com o objetivo de construir e viver em segurança. Além de movimentar muito o mercado e aumentar a economia do país, esse metal tem auxiliado na sustentabilidade nos países ao redor do mundo", afirma.


Website: http://www.intrelcaf.com.br/

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade