Publicidade

Estado de Minas

Escolher o parafuso correto pode evitar acidentes e problemas na estrutura


postado em 28/12/2017 12:15

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Para usar um parafuso é preciso entender seu funcionamento e qual modelo se encaixa melhor no local que será instalado. Como são equipamentos de fixação e juntam duas peças ou mais, precisam ser do tamanho e material certo para que não haja rompimento das partes. Acidentes graves com carros, trens e aeronaves são frequentes devido a parafusos e porcas mal presas ou emperradas, dessa forma é notável importância da boa instalação de um parafuso.
Os parafusos de metal começaram a ser usados em meados de 1.400 na Europa, e desde então são usados de diversas formas. Atualmente há vários modelos que se diferenciam por tamanho e formato. Há modelos como auto-atarraxante, para madeira, brocante e máquina, que é apenas uma das características que devem ser analisadas ao escolher o parafuso correto.

A cabeça é a parte mais importante quando se vai escolher um parafuso. Elas são as partes que ficarão para fora do material e são a única forma de retirar ou afrouxar o parafuso. Há modelos como quadrada; panela; chata, usada na maioria das vezes em madeiras para que não fiquem evidentes; redonda; esférica; solda; abaulada; cilíndrica; lentilha; tampinha; flangeada; oval; sextavada flangeada, que contém arruela fixa; plana e as com cabeças sextavadas, que são os mais usados em construções e automóveis.
Para facilitar a retirada e instalação do parafuso, as cabeças possuem uma fenda especifica. Há modelos com formato philips-1; philips-2; simples; quadrado; cruzado; sextavado interno entre outros. A empresa especialista em parafusos, Garra Fixação , afirma que usar as ferramentas certas para fixar o parafuso diminui o risco do objeto ficar solto e impede até mesmo a pessoa de se machucar enquanto estiver rosqueando o produto.

Outro item importante para a escolha do parafuso correto é o formato da rosca. A rosca, ou passo, é a parte que dará a fixação certa e impedirá que as peças fixadas ali se soltem. Para diferenciar cada tipo de rosca, há nomenclaturas específicas como as roscas polegadas e as roscas métricas. As polegadas seguem o padrão americano ou inglês, com formas paralelas e cônicas e divididas em pequenos grupos estabelecidos para uma fixação exata. Por outro lado, as métricas possuem apenas dois modelos, paralelos e cônicos. Assim é importante se atentar a qual rosca usar, para que os sucos presentes no parafuso fixem com precisão.

O acabamento do parafuso faz grande diferença na durabilidade da fixação. Os modelos feitos com aço zincado têm uma pouca resistência à corrosão e são indicados para ambientes fechados e sem umidade. Outros modelos como galvanizado a fogo e de aço inoxidável possuem uma resistência maior à corrosão e são usados em construções de áreas externas.

Apesar de muitas pessoas acharem que não há problemas instalar um parafuso semelhante ao pedido, os riscos de ocorrer um acidente por não usar o item correto é grande. Assim, é importante sempre se atentar aos modelos exigidos por cada material e comprar o parafuso correto. Dessa forma a estrutura ficará livre de problemas causados por fixadores.


Website: http://www.garrafixacao.com.br/index.php

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade