Publicidade

Estado de Minas

Curta as festas de final de ano sem exageros com a alimentação e bebida


postado em 27/12/2017 15:30

O Natal já passou, mas os excessos no consumo de alimentos e ingestão de bebidas alcoólicas devem perdurar até o Ano Novo. As consequências desses exageros podem ser graves à saúde do coração, é o que explica o cirurgião cardiovascular, José Lima Oliveira Junior.

"Alimentos ricos em gordura saturada, por exemplo, fazem mal ao órgão, pois contribuem para aterosclerose, uma vez que aumentam o colesterol ruim no sangue e deposita gordura nas artérias. O excesso na manteiga, nas banhas ou no sal também são prejudiciais", diz o médico. Este último eleva a pressão arterial, endurece as artérias e prejudica a função renal, contribuindo para o infarto e derrame.

"Outro ponto importante é ter atenção ao tipo de carne que você vai comprar para o churrasco de final de ano. Carnes gordas como cupim, costela, picanha e linguiça são responsáveis por bloquear a metabolização do colesterol ruim no fígado, o que entope as artérias", explica.

Já a bebida alcoólica, abre o apetite e faz as pessoas comerem sem parar. Dessa forma, fica fácil exceder no consumo dos alimentos. "A ingestão em grande quantidade causa o enfraquecimento das células musculares cardíacas, fechamento das artérias e até arritmias. Portanto, fuja dos alimentos extremamente gordurosos e ricos em açúcar e hidrate-se com muita água", aconselha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade