Publicidade

Estado de Minas

Afinal, no que consiste uma educação bilíngue de verdade?


postado em 12/12/2017 15:30

(foto: Dino)
(foto: Dino)
É inegável o papel determinante do inglês na carreira dos filhos. Por isso, os pais são bombardeados diariamente por propagandas de escolas bilíngues. Com algumas ofertas reais e outras não, as famílias estão confusas. Afinal, o que é ser bilíngue? Para meu filho ser bilíngue, ele precisa estudar em uma escola bilíngue ou internacional? São essas as perguntas mais frequentes dos pais na hora da escolha.

Com uma série de caminhos que levam à proficiência na língua inglesa, o rol de opções engloba os cursos de inglês que, em sua maioria, ensinam o inglês do dia a dia, e as escolas bilíngues, que ensinam uma parte dos conteúdos em inglês e outra parte em português, e seguem o currículo brasileiro. É interessante notar que as escolas bilíngues não ensinam inglês. Elas ensinam "em" inglês. Estender a carga horária da disciplina Língua Inglesa não torna uma escola bilíngue. Outra opção são as escolas internacionais, que seguem um currículo internacional onde todo o conteúdo é ensinado em inglês, e há a disciplina Língua Portuguesa.

Atualmente, é possível encontrar mais uma alternativa que tem sido oferecida por escolas que não são bilíngues nem internacionais, mas que querem incutir em seus alunos um mindset internacional e prepará-los para oportunidades acadêmicas em inglês; são os programas bilíngues. Esses programas têm carga horária mínima de seis horas-aula, e podem atingir até mais de dez horas. Nessa grade curricular, e o foco do ensino são conteúdos acadêmicos, tais como biologia, estudos sociais, artes, computação e matemática. Um bom programa bilíngue também enfoca o uso de várias tecnologias e o desenvolvimento de habilidades e competências socioemocionais. Para isso, trabalha-se com metodologias ativas e projetos significativos.

Interação e imersão na língua inglesa

Buscando sempre o que há de mais inovador e moderno no mercado de educação de idiomas, a Casa Thomas Jefferson orgulha-se de ser uma das mais tradicionais escolas de inglês e centro culturais de Brasília. Aliada a anos de experiência pedagógica e excelência comprovada com centenas de alunos formados em seus cursos regulares todos os anos, a CTJ apresenta um novo projeto pedagógico: o Bilingual Adventure.

Com uma proposta de interação e imersão na língua inglesa, o Bilingual Adventure chega com uma proposta inédita para a capital. Diferente do ensino bilíngue em uma escola tradicional, o aluno que optar por essa nova modalidade não precisa, necessariamente, trocar de escola ou mudar a sua rotina para ter um currículo bilíngue como base de sua educação. "Ser bilíngue é saber se comunicar em duas línguas de maneira natural. Ser fluente. Falar sobre diferentes assuntos, com um vocabulário amplo.", destaca a diretora executiva da CTJ, Lúcia Santos.

O espaço inovador está localizado na unidade CTJ do Lago Sul, e divide-se em diversos ambientes de aprendizagem: Maker Space, Drama Space, Gourmet Space, Gardening Space, Exploration Space e Reading Space. Com turmas de até 12 alunos, de 3 a 11 anos, o programa possui uma grade curricular de seis ou nove horas semanais (a depender da modalidade escolhida), nas diversas áreas de conhecimento. O currículo pedagógico tem como base o International Primary Curricullum (IPC), uma plataforma abrangente, temática e criativa, com um claro processo de aprendizagem e objetivos específicos. O IPC abre as portas para que os professores e os alunos daqui tenham intercâmbio de informações e experiências com educadores e alunos dos mais de 90 países e 1800 escolas que fazem uso do programa curricular em todo o mundo.

Com o Bilingual Adventure, os alunos são convidados a imaginar, conectar, explorar, criar, construir, e inovar, a partir de temas apresentados, em cada um dos espaços de aprendizagem. Em experiências personalizadas e interativas, as crianças são convidadas a participar da solução de desafios de uma forma integrada e sob uma temática diferenciada. "Elas poderão, por exemplo, botar em prática conhecimentos de física e mecânica ao construir um carrinho que se movimente sozinho com pedaços de papelão, tampinhas de garrafa e balões de festa", explica Denise De Felice. "Assim, a criança vivencia a língua de forma autêntica, desenvolvendo um vocabulário mais específico e extenso que o da sala de aula. Elas também exploram o cotidiano e expandem seu conhecimento para novas culturas, tornando-se cidadãs globais em uma vida intensamente bilíngue", conclui.

As inscrições já estão abertas, com o início do programa em fevereiro de 2018. Serão ministradas aulas as segundas e quartas-feiras, ou as terças e quintas-feiras, das 8:30 às 11:45, ou das 14:00 às 17:15 para o curso de 6h semanais, e com um adicional nos mesmos horários às sextas-feiras para o curso de 9h semanais. Os interessados podem procurar as secretarias de todas as unidades CTJ para mais informações.
Serviço:

Bilingual Adventure
Endereço: SHIS QI 9 Conjunto 17 ? Bloco L ? Lago Sul - Brasília, DF
Telefone: (61) 3442-5630

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade