Publicidade

Estado de Minas

Tecnologia no combate à violência contra a Mulher

Nosso objetivo é dar tranquilidade para as Famílias em tempos de incertezas e altos índices de violência.?, Marcelo Hayashi, fundador do Family 24h


postado em 11/12/2017 09:30

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Novembro é o mês que marca o combate à violência contra a mulher ou motivada por questões de gênero em todo o mundo.

No Brasil, a violência sexual contra as mulheres é uma realidade alarmante. Segundo levantamento realizado pelo Datafolha este ano, 40% das mulheres acima de 16 anos sofreram algum tipo de assédio, o que inclui receber comentários desrespeitosos nas ruas, sofrer assédio físico em transporte público e ou ser tocada sem consentimento.

Em 2016, o serviço telefônico 180 (Central de Atendimento à Mulher do Governo Federal) registrou 1 milhão de atendimentos, ultrapassando a média de 2700 assistências diárias.

Nem todas as denúncias foram realizadas pelas vítimas. Segundo a Secretaria de Políticas para as Mulheres, em 32,76% dos casos não foram as mulheres agredidas que ligaram, vizinhos, pais e filhos surgem como principais denunciantes.

Segurança preventiva

O Paraná foi o primeiro estado a implantar o dispositivo de segurança e proteção de mulheres em situação de risco.
A secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, apresentou o dispositivo que irá atender 15 municípios e terá um investimento de implantação de R$ 2,6 milhões.
A mulher em situação de risco, cadastrada no projeto por decisão judicial, que registra suas informações pessoais e recebe o dispositivo de segurança. O aparelho é pequeno e de fácil manuseio. Ao sentir-se ameaçada com a presença do agressor em qualquer lugar, ela deve apertar o "botão do pânico", que acionará imediatamente a Guarda Municipal.

Cuidados com a família

Outro dispositivo chegou ao mercado brasileiro este mês, o Family 24h.
Diferente da alternativa proposta pelo governo paranaense, o aplicativo tem baixo custo, com planos a partir de 2,99 por semana e está disponível para qualquer pessoa.
Este aplicativo para celular permite que a pessoa compartilhe - em tempo real- sua localização com um grupo de pessoas convidadas.
Em situação de ameaça ou perigo o usuário pode acionar o botão de pânico no próprio celular ou através de um dispositivo externo, na mesma hora ele dispara um alerta sonoro para seu círculo familiar, que receberá fotos da câmera dianteira e traseira do celular e 10 segundo de áudio.

Esta tecnologia foi desenvolvida para os usuários do app terem tempo para impedir incidentes e garantir a segurança de forma preventiva, fornecendo a localização da pessoa de maneira precisa e ao vivo para seu grupo.


Tecnologia e bem-estar

O Family 24h também tem outras funções, ele informa o tipo de conexão à internet dos membros do grupo, exibe o nível de bateria dos usuários cadastrados em sua rede e mostra onde o celular está, em caso de perda, furto ou roubo.
Com ele também é possível - através da plataforma online do app- salvar e apagar dados de aparelhos furtados remotamente.
"Este aplicativo é a melhor maneira para manter a família conectada e com segurança. Nosso objetivo é dar tranquilidade para as famílias em tempos de incertezas e altos índices de violência.", comenta Marcelo Hayashi fundador do Family 24h.

O Family já está disponível nas lojas de aplicativo, com assinaturas a partir de R$2,99 por semana até R$149,90 para contratos anuais até seis usuários.


Website: http://www.family24h.com

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade