Publicidade

Estado de Minas

Pessoas X Resultados: indústria que está entre as PMEs que mais crescem no Brasil também é reconhecida como uma das Melhores Empresas para se Trabalhar

Ogochi, indústria de moda masculina do oeste catarinense, foi certificada neste mês como uma das melhores empresas para se trabalhar em Santa Catarina.


postado em 04/12/2017 15:00

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Valorização das pessoas. É assim que a marca de moda masculina Ogochi, com sede matriz e plantas industriais localizadas em São Carlos, Águas de Chapecó, Planalto Alegre e Saltinho, no oeste de Santa Catarina, além de um escritório de estilo em São Paulo, está construindo ótimos resultados, se destacando no segmento têxtil e se tornando referência em gestão. O investimento feito no desenvolvimento humano e capacitação técnica dos colaboradores contribui muito para o excelente desempenho da empresa no ano de 2018. Com crescimento de 37% para este ano, a Ogochi aparece pela sexta vez consecutiva no ranking das 100 PMEs que mais crescem no Brasil, seguindo revista Exame em parceria com a Consultoria Deloitte, com crescimento médio de 25% ao ano desde 2012. Presente em mais de 4.000 pontos de venda em todo o país, leva moda, imagem e estilo nos segmentos adulto e infantojuvenil, aos consumidores.

Sua força de trabalho hoje com mais de 800 colaboradores, tem importância social muito grande nas comunidades onde atua, gerando emprego, renda e desenvolvimento humano.
O resultado não é apenas financeiro. No dia 06 de dezembro a Ogochi foi certificada pela consultoria internacional Great Place to Work em parceria com a Revista Amanhã, como uma das Melhores Empresas para Trabalhar em Santa Catarina, na categoria Médias Empresas (empresas com até 999 colaboradores). O prêmio é concedido anualmente para as melhores empresas segundo avaliação feita em resultados de pesquisa online aplicada aos próprios aos colaboradores, que respondem espontaneamente durante o mês de abril, e no Book de Evidências desenvolvido pelas organizações participantes do ranking, que contém informações referentes às práticas de gestão de pessoas desenvolvidas no ano. Nesta 3º participação edição do ranking, a Ogochi obteve participação de 90% do seu quadro de colaboradores. O objetivo é medir o índice de confiança e engajamento dos funcionários no ambiente de trabalho e análise das melhores práticas de gestão de pessoas.

Os resultados são percebidos através das melhoras nas práticas e políticas de Gestão de Pessoas que a empresa adota. Pensando na qualidade de vida, pode-se destacar as atividades realizadas pelo Programa Ogochi Cidadã, onde são realizadas diversas ações de voluntariado e de aproximação da empresa com a comunidade e familiares. Ações essas que abordam os três pilares da responsabilidade social: econômica, social e ambiental. Há também o Plano de Cargos, Salário e Carreiras que é voltado para a valorização e incentivo do colaborador, destinando a organizar e direcionar os cargos e carreiras dentro da organização e fundamentando nos princípios de qualificação profissional e desempenho, igualdade, legalidade, impessoalidade e moralidade. Outra prática de destaque na Ogochi é o PPR - Programa de Participação dos Resultados - que há 6 anos compartilha o resultado financeiro com os colaboradores. Associado a essa prática, há também a Vitrine da Inspiração, que visa reconhecer os colaboradores da área de operações que não ultrapassam 2 horas mensais de faltas por quaisquer motivos. Na última edição, o reconhecimento se estendeu a 175 colaboradores, 341% a mais comparada a primeira edição em 2015, sendo que o índice de absenteísmo diminuiu de 4,56% para 2,51%.

"O objetivo da Ogochi é implementar um real ambiente de confiança entre as equipes, entre os pares, que gerem segurança e percepção de valor a todos os envolvidos. Além disso, queremos que a empresa seja um bom meio, através do qual as pessoas possam realizar seus sonhos e projetos.", diz Aureane Mignon, Diretora Adm-Financeira.


Website: http://ogochi.com.br/

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade