Publicidade

Estado de Minas

A vez delas: empreendedorismo e empoderamento feminino

Busco sempre incentivar a autonomia e desenvolver a cultura empreendedora dos profissionais que fazem parte da equipe?, explica Carla D´Elia


postado em 29/11/2017 13:45

(foto: Dino)
(foto: Dino)
O empreendedorismo feminino está com tudo, e cada vez mais as mulheres mostram sua força e se destacam nos negócios. Segundo uma pesquisa realizada pelo Sebrae, o empreendedorismo feminino cresceu 19% no último ano, enquanto o masculino aumentou apenas 3%.

Mais do que ser dona do próprio negócio e pensar no lucro, o empreendedorismo feminino vai muito além: empodera e dá mais visibilidade à questão do gênero, promovendo avanços na luta pela igualdade de direitos e salários compatíveis com os dos homens.

O negócio dá força ao universo delas, que encontram um novo jeito de se sustentar, de ganhar espaço na sociedade e de fazerem a diferença não apenas na sua família, mas também na comunidade em que vivem.

Carla D´Elia, fundadora da Expresse Consultoria de Idiomas, é um exemplo disso. Inconformada em passar 4 horas por dia se deslocando para dar aulas de inglês em uma escola de idiomas, queria encontrar uma forma de entregar um trabalho de qualidade usando a tecnologia.

Ao pedir demissão do antigo emprego, o dono da escola a desencorajou, garantindo que ela não teria sucesso com seu novo negócio. "Na época, me senti sozinha e desmotivada", conta ela.

Se antes as mulheres tinham um papel secundário na família e nos negócios, com o empreendedorismo elas têm uma nova perspectiva de vida e de transformação social. Muito além da questão financeira como uma das principais motivações, a satisfação pessoal e a vontade de fazer algo relevante para o mundo são os pontos mais relevantes para as empreendedoras.

ELAS SAEM NA FRENTE

A versatilidade feminina é um ponto de destaque do empreendedorismo feminino. As mulheres são mais adaptáveis às situações do dia a dia e têm capacidade de atuar e agir de maneira multifuncional, além de serem mais intuitivas e sensíveis.

Carla sabia que precisava fazer diferente e mostrar que podia, sim, ter sucesso em seu negócio. "A Expresse Consultoria de Idiomas nasceu do momento que eu aprendi a lidar com meu negócio como uma empresa e não como um trabalho", lembra ela, que escolheu para seu time professores com históricos culturais diferentes, para desenvolver um método com base nas vivências multidisciplinares de cada um deles. "Gosto de promover o empreendedorismo. Busco sempre incentivar a autonomia e desenvolver a cultura empreendedora dos profissionais que fazem parte da equipe", explica.

O empreendedorismo feminino traz para o mercado algumas características natas das mulheres, e isso impacta positivamente nos negócios. Elas ainda têm muitos desafios a serem superados, mas não se pode negar que, juntas, já estão revolucionando o mercado em busca de um novo objetivo: conquistar cada vez mais.


Website: http://www.expresse.com.br/

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade