Publicidade

Estado de Minas

A ilha de cotijuba comemorou neste último dia 11 de novembro 128 anos


postado em 17/11/2017 11:45

(foto: Dino)
(foto: Dino)
A ilha de Cotijuba foi batizada pelos seus primeiros habitantes, os índios tupinambás, e seu nome significa "trilha dourada", uma referência ao solo argiloso do lugar.

Cotijuba passou por grandes transformações no começo do século XX, período de maior desenvolvimento econômico e social, quando passou a abrigar a Colônia Reformatória de Cotijuba, também conhecida como Educandário Nogueira de Farias, destinada meninos e meninas abandonados. Ainda é possível visitar as ruínas do Educandário. Nesta ilha há mais dois prédios bem interessantes em ruínas. São eles: as ruínas da casa do antigo intendente do estado Magalhães Barata e as ruínas do "engenho velho".

Rica em história, Cotijuba é um paraíso natural, transformado em área de preservação ambiental, fica a 45 minutos da capital paraense. A terceira maior do arquipélago de 42 ilhas de Belém possui aproximadamente oito mil habitantes e comemorou sábado, dia 11, 128 anos.

Para celebrar as riquezas naturais desse paraíso turístico paraense, que merece ser conhecido a Prefeitura Municipal de Belém, por meio da Agência Distrital de Outeiro (Arout), realizou uma intensa programação na Praça Central de Cotijuba.

Para os moradores de Cotijuba, muitos são os motivos para comemorar. Nos últimos anos, a ilha cresceu em melhorias que trouxeram mais qualidade de vida para a população e também mais valor ao turismo local. "Cotijuba recebeu uma atenção que há tempos precisava e merecia. Foram investimentos que dão mais visibilidade à ilha e beneficiam quem mora no local e também quem visita", declara Carol Rezende, administradora Regional do Distrito de Outeiro, da qual Cotijuba faz parte.

Cotijuba também foi uma das ilhas que ganhou lancha para o transporte dos estudantes. Para dona Maria Celeste, de 60 anos, avó de Maria Beatriz, de nove anos, o acesso à Escola Bosque ficou mais fácil. Segundo ela, para garantir as presenças da neta nas aulas, ela precisava dividir o pouco que ganha para pagar o transporte na condução. "Agora as escolas estão dentro de casa. O barco pega as crianças em casa, leva pra escola e depois deixa na porta de casa de novo, com toda a segurança", comemora Maria Celeste.

A atenção à saúde dos moradores também tem sido prioridade. A ilha possui uma unidade municipal de saúde totalmente reformada e equipada, com atendimento odontológico, vacinação e Estratégia Saúde da Família. Além disso, a população conta com uma base descentralizada do Samu 192, que serve de apoio 24 horas, e uma ambulancha para fazer o traslado de pacientes em caso de necessidade.

A ilha de Cotijuba possui uma área de cerca de 60 km² e uma costa com 20 km de praias praticamente inexploradas. As praias mais famosas são: Praia do Vai-Quem-Quer, Praia do Farol e Praia do Amor, essas praias apresentam boas estruturas, como: bars, restaurantes e pousadas.


Website: http://www.grunase.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade