Publicidade

Estado de Minas

Obesidade é um risco para a saúde vascular

O recomendado é consumir menos alimentos industrializados, que contêm alta concentração de sódio, açúcar e conservantes.


postado em 13/09/2017 11:45

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Duas formas simples de evitar o risco para a saúde vascular que é a obesidade são:

1) cuidar da alimentação;

2) praticar algum exercício físico.

Mas para que haja resultado, é preciso que isso seja feito todos os dias. Assim, o corpo estará protegido de uma série de outras doenças perigosas para o organismo, como as cardíacas, o diabetes do tipo 2 e o colesterol alto, que também estão relacionadas à obesidade.

O excesso de peso é, ainda, um dos fatores de risco para o surgimento das varizes devido ao volume maior de sangue que circula nas veias das pessoas obesas. Nesses casos, a pressão sanguínea é maior no interior dos vasos e isso influencia na dilatação deles.

As veias também são afetadas pela quantidade maior de sódio que se mantém no organismo de quem está com o peso acima do ideal, o que facilita a retenção de líquidos. O acúmulo de gordura que ocorre nos vasos destas mesmas pessoas é outra condição que favorece a má circulação do sangue.

O que fazer para que a obesidade deixe de ser um risco para a saúde vascular

Um dos problemas que mais se desenvolve em decorrência disso e que representa um risco para a saúde vascular são as varizes. A sensação de queimação e formigamento, coceira e inchaço são alguns dos sintomas desencadeados pela existência de veias com mau funcionamento.

É preciso estar atento quando eles surgem e não ignorá-los. Varizes que não são devidamente tratadas podem afetar gravemente a saúde. A falta de bombeamento adequado do sangue pode acarretar uma trombose e outras patologias associadas ao sistema vascular.

Todas essas situações podem ser evitadas a partir do controle do peso corporal. O recomendado é consumir menos alimentos industrializados, que contêm alta concentração de sódio, açúcar e conservantes.

Incluir atividades físicas na rotina é outra boa maneira de afastar os diversos problemas de saúde relacionados ao sedentarismo. Os mais benéficos para a circulação sanguínea são a caminhada e a natação.

Um cuidado extra deve ser adotado por quem prefere a musculação. Dependendo do esforço físico que o exercício exigir, ele pode não ser o mais indicado para ser realizado por quem tem ou desconfia que tem varizes.

A forma correta de definir qual atividade realizar e quando começar é conversando com um cirurgião vascular. As orientações do especialista são importantes para evitar que algo que deve ser feito para o bem se reverta em algo nocivo para o organismo.

Muitas vezes isso acontece pela falta de cuidado. Deixar para tratar as varizes mais tarde é um erro que as pessoas cometem com certa frequência, sem se dar conta das consequências dessa atitude. Nunca se deve negligenciar a saúde, por menor que pareça o problema. A prevenção sempre é o melhor caminho.

Website: http://www.vascularclinica.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade