Publicidade

Estado de Minas

Escolher plataforma de e-commerce é primeiro passo no negócio


postado em 12/09/2017 12:30

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Seja qual for o tamanho do negócio, quando a decisão do empreendedor é montar uma loja virtual, a plataforma de e-commerce precisa ser a primeira das suas preocupações. Para entender melhor a importância dessa decisão, a própria definição de plataforma de e-commerce pode ajudar.

A plataforma de e-commerce é todo o sistema sobre o qual a loja virtual funciona. Exibição dos produtos, os módulos de pagamento, frete, e entre todas as outras informações vistas no site, são, no geral, pertencentes à ferramenta.

O grau de importância do assunto, no entanto, também faz com que o lojista (ou futuro lojista) esbarre na dúvida: qual plataforma de e-commerce escolher? A resposta para esta pergunta, ele próprio precisa saber responder, já que mostrará o conhecimento que ele tem sobre o tamanho e momento do seu negócio.

Seja qual for o segmento, é fato que esta decisão precisa ser estratégica. Não basta escolher uma plataforma de e-commerce com base no custo (utilizar a plataforma de e-commerce X porque ela é a mais em conta, por exemplo). A decisão precisa de embasamento para que o seu próprio negócio funcione e cresça ao longo da atuação.

Na tentativa de facilitar esta decisão, a Signativa, empresa que oferece o SignaShop, uma plataforma de e-commerce que trabalha de modo ágil e funcional para lojas virtuais de diferentes tamanhos, separou alguns pontos importantes que devem ser considerados no momento de escolha da plataforma.

? Personalização: é preciso conhecer até onde se pode mexer na ferramenta. Imagine, por exemplo, uma plataforma de e-commerce que restrinja o layout de uma página, não permitindo a inserção de um ou mais banners de destaque.

? Segurança: item primordial para se trabalhar. Um e-commerce utiliza dados e informações sigilosas de clientes. Garanta que sua plataforma seja segura.


? Visibilidade na web: há várias maneiras para se tentar aparecer na internet; estar visível nos resultados de busca do Google (SEO), integração com marketplace, propagandas, entre outros, são alguns que você precisa ter acesso.

? Compatibilidade: uma plataforma trabalha com vários outros sistemas que integram e permitem que seu funcionamento seja melhor aproveitado. Se a sua loja precisa trabalhar com outros sistemas de terceiros, garanta que ela seja compatível.


? Acessibilidade: atualmente, a internet é vista pelas telas dos celulares, notebooks, PCs, TVs, tablets e muitos outros dispositivos. A plataforma de e-commerce precisa funcionar em todos eles.

? Formato de contratação: ainda que você tenha achado seu produto, é preciso estabelecer uma relação com a empresa que a fornece. Os mais comuns são o aluguel, a compra da licença da ferramenta, a compra do código fonte e o open source.


Todos esses itens importantes estão presentes no SignaShop. A ferramenta é baseada em tecnologia Magento, a maior plataforma de e-commerce de código aberto do mundo, com uma grande comunidade de desenvolvedores que trabalham constantemente no intuito de tornar a ferramenta cada vez melhor.


Website: http://signashop.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade