Publicidade

Estado de Minas

A Descoberta de si mesmo, na visão da psicanálise do sensível

O ponto-chave é o estudo do ego...


postado em 06/09/2017 14:45

(foto: Dino)
(foto: Dino)
O livro intitulado "A descoberta de si mesmo na visão da Psicanálise do Sensível", publicado pela Editora Ideias & Letras e destaque da revista VEJA entre os dez livros mais vendidos, apresenta uma coletânea de dez artigos de autoria da Psicanalista Drª Ivanise Fontes. São palestras ministradas em Instituições de Saúde Pública, de Educação e de Formação Psicanalítica sobre, justamente, a importância da construção do psiquismo.

O ponto-chave é o estudo do ego. Diante das patologias ditas "modernas" ou, como bem as denomina Júlia Kristeva, "as novas doenças da alma", o que está em questão é a necessidade de consolidação de um ego, ainda com falhas básicas.

O livro apresenta uma compreensão muito interessante sobre as psicopatologias atuais do ponto de vista da Psicanálise do Sensível. O enfoque é no tema do corpo, mostrando que nas adições, nos casos-limite, nas psicossomatizações e em certos quadros de depressão há uma falha na construção do ego corporal.

A obra trata também do autismo, considerado nela uma das falhas mais graves na formação da continência. O objetivo é uma efetiva contribuição para as questões da inclusão da criança autista nos meios de ensino. A Drª Ivanise Fontes acredita que o leitor, através de uma linguagem simples e acessível, irá adquirir o conhecimento das novas concepções do tratamento psicanalítico. A autora considera as experiências corporais da mais tenra infância como primordiais para aquisição do que podemos denominar em Psicanálise o Ego. A constatação de falhas ocorridas nessa etapa traz a compreensão sobre as psicopatologias contemporâneas: as adições, as psicossomatizações, os casos-limite e certos quadros de depressão.

Por não possuírem egos consolidados esses pacientes vão necessitar recorrer ao que a psicanalista francesa Julia Kristeva chama de "próteses psíquicas" para sentirem, assim, que têm uma existência. Os adictos de comida, álcool, drogas, jogos, dinheiro, por exemplo, têm a necessidade de forjarem um ego, para se manterem "envelopados", cada vez mais precisando de aditivos para se sentirem inteiros. São os denominados "envelopes artificiais de continência". A operação matemática passa a ser sempre adicionar e nunca subtrair. Essa "garantia" de consistência tende a não se sustentar e a ajuda analítica se faz necessária para a aquisição de um Eu. Portanto, o livro procura mostrar a evolução de noções psicanalíticas a respeito de temas essenciais da clínica contemporânea.

Freud dizia que o futuro da Psicanálise, a sua tarefa maior, seria voltar-se para o Ego. Ele estava anunciando, desde 1917, portanto há cem anos, que as patologias que viriam assolar a civilização seriam as narcísicas.

Para Ivanise Fontes, A Psicanálise do Sensível é o resgate do corpo sensível na Psicanálise. E os autores psicanalistas envolvidos com a pesquisa sobre as etapas da formação da consciência de si são D. Anzieu, D. W. Winnicott, F. Tustin, P. Fédida, G. Haag, J. Kristeva, entre outros.

Em síntese, este novo livro, resultado da experiência clínica e teórica, oferece um profundo estudo sobre a construção do ego para nos ajudar a compreender a Psicanálise e sua eficácia clínica. Através do atendimento analítico os pacientes têm a oportunidade de reconstruir o percurso que vai do ego corporal ao ego psíquico e descobrir-se a si mesmos.

O leitor, através de uma linguagem simples e acessível, adquire o conhecimento de novas concepções do tratamento psicanalítico. O fenômeno da transferência, técnica analítica por excelência, surge como elemento importante para consolidar o ego.

Ivanise Fontes é psicanalista, doutora em Psicanálise pela Universidade Paris 7 ? Denis Diderot, tem pós-doutorado no Laboratório de Psicopatologia Fundamental do Núcleo de Estudos Pós-graduados em Psicologia Clínica da PUC-SP. É autora de La Mémoire Corporelle e Le Transfert (Presses Universitaires du Septentrion, França, 1999), A Memória Corporal e a Transferência (Via Lettera, Brasil, 2002), Psicanálise do Sensível ? fundamentos e clínica (Ideias & Letras, 2010), coautora de Virando Gente ? a história do nascimento psíquico (Ideias & Letras, 2014) e A descoberta de si mesmo na visão da Psicanálise do Sensível (Ideias & Letras, 2017).


Website: http://www.ideiaseletras.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade