Publicidade

Estado de Minas

Startups brasileiras participam de programa de aceleração no Canadá

A ideia é impulsionar os negócios das startups que querem se tornar globais a partir do Canadá, expandindo para a América do Norte no curto prazo.


postado em 04/09/2017 13:15

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Nove empresas brasileiras foram selecionadas para participar da segunda edição do LEAP International, programa de aceleração exclusivamente para empresas brasileiras no Canadá, na aceleradora Launch Academy em parceria com a empresa Dream2b, onde deverão passar por treinamentos, workshops, visitas técnicas e encontros com investidores em Vancouver, na Colúmbia Britânica canadense, além também da participação especial no evento anual dos investidores da NACO, em Montreal, e se conectarem com +500 investidores internacionais.

A SysMiddle, especializada em Integração de Sistemas, foi uma das startups selecionadas para participar do programa, a qual foi fundada pelos empreendedores Sergio Fontana Jr. e Samanda Jentig, possuindo uma plataforma SaaS para automatizar e facilitar as integrações de dados e sistemas empresariais, em uma arquitetura flexível e escalável, permitindo responder mais rapidamente ao tempo de mercado.

Segundo a empreendedora Samanda, uns dos principais motivos que levaram a escolha da SysMiddle, foi o alto potencial de mercado e crescimento em tão pouco tempo, onde de acordo com a Grand View Research Inc., o mercado de integrações deverá atingir US$ 393,10 bilhões até 2020.

Uma das melhores aceleradoras do Canadá, a Launch Academy se tornou referência mundial, realizando a aceleração de mais de 500 startups, assim levantando mais de US$ 900 milhões e gerando cerca de 1000 empregos em todo o mundo.

A ideia é impulsionar os negócios das startups que querem se tornar globais a partir do Canadá, expandindo para América do Norte no curto prazo, com mentorias especializadas em diversas áreas e aproximação com contatos estratégicos, isso é o que explica Regina Noppe, cofundadora e CEO da Dream2B, International Venture Builder especializada em internacionalização e organizadora do programa.

As startups selecionadas foram as seguintes:

SysMiddle Technology ? plataforma para Integração de Sistemas;
Eruga ? soluções tecnológicas educacionais imersivas;
Lady Driver ? app que conecta passageiras a motoristas do sexo feminino;
LiteLims? software para Gerenciamento de Laboratórios;
Topic Play ? plataforma de livros-jogos e revistas-jogos;
Pronto Rush ? plataforma de logística, realiza entregas imediatas;
Safetest ? soluções para a saúde humana e animal;
Puzzes Dynamics ? impressoras 3D diferenciadas;
Shawee ? plataforma de automação de hackathons;


Este é o primeiro passo da nova fase da SysMiddle, que pretende alcançar novos mercados e horizontes.


Website: https://www.sysmiddle.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade