Publicidade

Estado de Minas

Saiba como conservar os alimentos do seu restaurante


postado em 04/09/2017 10:15

(foto: Dino)
(foto: Dino)
A influência da internet é tão importante nos dias atuais quanto a visita de um inspetor sanitário, pois os cuidados que você tem com os alimentos dentro da sua cozinha farão com que o seu restaurante obtenha a melhor reputação possível.

Assim, seu negócio terá avaliações positivas online, além de garantir uma boa avaliação da Vigilância Sanitária. Confira algumas dicas básicas para auxiliá-lo nesta etapa:

Higiene pessoal no preparo e manuseio de alimentos

Os funcionários devem sempre usar unhas curtas e limpas, cabelos presos e roupas limpas, além de luvas, avental e touca quando indicado. Se tiver algum ferimento nas mãos, o uso de luvas é fundamental.

Também é importante lembrá-los de não usar acessórios como anéis, pulseiras e relógios ao preparar os pratos e ficarem atentos para não tossir, espirrar ou assoar o nariz enquanto estiverem preparando algo.

É indicado lavar as mãos com água e sabão antisséptico, do cotovelo até as mãos, esfregando muito entre os dedos e em volta das unhas, além de enxaguar em água corrente e secar com toalha de papel, evitando panos, principalmente o de prato, antes de preparar qualquer alimento.

Evite causar um desastre por intoxicação alimentar

Uma experiência negativa de um cliente causada pelo restaurante pode vir através de uma intoxicação alimentar. Isso com certeza vai gerar uma imagem ruim para o seu estabelecimento, podendo agravar se o caso for divulgado nas redes sociais, o restaurante corre o risco de ser fechado pela Vigilância Sanitária.

Evitar doenças através dos alimentos é fácil, basta seguir simples dicas de higiene que não só deixarão os clientes satisfeitos e com uma imagem positiva do restaurante, como irá incentivar os funcionários a trabalharem melhor em um local limpo e bem preparado.

Contaminação cruzada

É importante manter carne crua, aves, frutos do mar e ovos longe de outros alimentos, pois são fontes de bactérias perigosas. O mais indicado é não enxaguar carne e ovos na mesma pia que é utilizada para a preparação de vegetais. Essa prática pode levar a contaminação da pia, causando perigo para seus clientes.

Se não há uma pia específica para cuidar da carne, é importante lavá-la, enxugá-la e higienizá-la ao final de cada preparo de alimento.

Instrumentos como facas, tábuas de cortem podem ser etiquetados com cores diferentes, ajudando a prevenir a contaminação cruzada de alimentos e devem ser limpos e desinfetados antes de seu próximo uso, principalmente se forem usados com alimentos diferentes.

Reação alérgica

A saúde do consumidor deve ser levada em consideração ao criar e manter um estabelecimento. Clientes que possuem alergia a determinados alimentos podem ter alguma reação se a cozinha do restaurante não adotar cuidados apropriados de segurança alergênica.

Os alimentos mais comuns de causarem alergias são: soja, trigo, leite, peixe, nozes, amendoim, ovos e mariscos. Evite misturar esses alimentos com os outros e informe aos clientes, através do menu os pratos que contém produtos alergênicos. Isso evita que o cliente passe mal em seu restaurante, e consequentemente fique com uma imagem ruim do local.

Temperatura

É importante estar sempre de olho na temperatura, mantendo os alimentos longe da "zona de perigo" que compreende qualquer temperatura entre 5ºC e 57ºC. Alimentos que se encontram nessa zona de temperatura, podem desenvolver bactérias, como por exemplo, a salmonela, perigosas para o consumidor.

O ideal é descongelar carnes e peixes usando água corrente, e deixando os produtos na prateleira debaixo no interior da geladeira, prevenindo que escorra para outros ingredientes. Deixe o produto na embalagem original, a prova d"água e quando realizar a marinada, armazene os itens em um pote selado.

Higienização adequada

Todo o estabelecimento deve ser limpo de maneira correta e com frequência.O primeiro passo é retirar as sobras de comida das superfícies, limpando-as e desinfetando-as com produtos profissionais adequados para esta operação. Se forem superfícies que entram em contato direto com alimentos, não se esqueça de enxaguá-las após a aplicação dos produtos.

Os produtos profissionais têm instruções e fórmulas específicas, diferentes dos produtos que utilizamos no dia a dia. O funcionário que for realizar a limpeza deverá ser treinado, para que o procedimento seja realizado apenas uma vez e de forma eficaz.

Sobre a Hygeia

Distribuidora Autorizada da Diversey Care ? Sealed Air e fruto dos sonhos de dois executivos do segmento com mais de 15 anos de experiência na área de higiene e limpeza, a Hygeia não será apenas um distribuidor de produtos de higiene e limpeza, mas um aliado de seus clientes na busca do nosso objetivo comum que é integrar produtos de alta performance com serviços de qualidade, que permitam garantir ambientes saudáveis e segurança alimentar, ao menor custo total em uso.

Website: http://www.hygeia.net.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade