Publicidade

Estado de Minas

Inflação é a menor desde o início do Plano Real, mas situação fiscal ainda preocupa


postado em 25/08/2017 14:30

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Mesmo com a variação positiva de 0,35% em Agosto, o IPCA-15 registra uma alta acumulada no ano de apenas 1,79%, que é a menor inflação acumulada até agosto desde 1994. Os maiores impactos vieram de transportes, em decorrência da elevação dos preços dos combustíveis e habitação, em função dos preços da energia elétrica.

Para o professor do Mestrado em Economia da Universidade Mackenzie, Pedro Raffy Vartanian, "após uma inflação de 10,67% em 2015, que foi a maior variação anual desde 2002, o Brasil terá, em 2017, a inflação mais baixa desde 2006, já que a expectativa para este ano é de uma alta de 3,5%".

A inflação sob controle constitui um aspecto favorável para a economia brasileira, de acordo com Vartanian, "pois permite a continuidade da queda da taxa de juros, que irá contribuir para o crescimento da economia especialmente a partir de 2018". O economista alerta, no entanto, que do ponto de vista fiscal, o cenário ainda é preocupante, com déficit elevado e dívida crescente, com percentual de endividamento público próximo de 80% do PIB para o fim de 2017.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade