Publicidade

Estado de Minas

Frimesa fala sobre a importância de incluir carne suína em cardápios fitness


postado em 25/08/2017 10:00

São Paulo, agosto de 2017 ? A evolução nos cuidados na criação e na produção de suínos no Brasil posiciona a carne suína em um novo patamar: o universo fitness. Os estudos e as melhorias realizadas no manejo dos animais ao longo dos últimos 20 anos transformaram a carne suína em um alimento mais magro e ideal para o brasileiro que quer manter uma dieta regular mais saudável.

Com uma produção sustentável, a carne suína oferece hoje 31% menos gordura, 14% menos calorias e 10% menos colesterol. Rica em ácidos graxos monoinsaturados, a carne suína contribui, inclusive, para diminuir os níveis de colesterol ruim no sangue (LDL) sem reduzir o bom (HDL).

De acordo com a Nutricionista da Frimesa Cooperativa Central, de Medianeira-PR, Bruna Souza Luz, o brasileiro que quer cuidar do corpo e da saúde sem deixar de lado o sabor deve incluir a carne suína em sua dieta. "Além de ser uma carne versátil é pouco gordurosa, o lombo suíno por exemplo é mais magro que um peito de frango sem pele. A carne é rica em proteína, vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo".

Sobre a Frimesa

Com quase quatro décadas de existência, a Frimesa Cooperativa Central (www.frimesa.com.br), além de suínos, industrializa leite e derivados e tem sede na cidade de Medianeira, Paraná. Conta com 7 mil colaboradores e, na última década, registrou um crescimento médio de 15% ao ano. Em 2016, as vendas totalizaram R$ 2,56 bilhões, com volume de produção de 349.224 toneladas de alimentos industrializados. Ao todo, a Frimesa reúne 951 suinocultores que
envolvem 82.152 matrizes e uma produção de 1.898.380 suínos por ano.

A Frimesa ocupa o quarto lugar entre as produtoras de carne suína no Brasil, com 5% da produção, e é a maior cooperativa do setor no Paraná, com 26,5% do mercado. A cooperativa ainda é conhecida por valorizar e incentivar projetos de sustentabilidade, como o uso de fontes renováveis nas unidades de processamentos industriais, o reaproveitamento de energia para aquecimento de água e programas de orientação das comunidades da região, entre outras ações.

Informações para a imprensa
Porta-Voz Comunicação Estratégica
(11) 3871-3666
Bruna Meneses ? bruna.meneses@portavoz.com.br
www.portavoz.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade