Publicidade

Estado de Minas

Após demissão, brasileiro faz do hobby o sustento dos filhos, transforma concorrentes em aliados e clientes em fãs

Faço os clientes se sentirem parte da LojasParkers.com.br e faço os concorrentes venderem meus produtos indiretamente. Criei uma estratégia de inércia...


postado em 23/08/2017 18:45

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Perder o emprego em um país em crise é ainda pior para quem tem filhos que dependem de você, não foi diferente com Eder Freire, que possuía a LojasParkers.com.br como renda extra e se viu em uma situação desesperadora ao perceber que aquela pequena renda, agora teria que se tornar a principal fonte para sua família.

Antes mesmo da demissão ele criou esta loja online por acaso: "uma prateleira onde eu guardava meus livros despencou pelo peso excessivo, e minha mulher deu um ultimatum, ou me livrava daquelas publicações que só tomavam espaço, ou ela mesma jogaria tudo fora, quase me separei, mas como realmente achava que não iria mais ler nada daquilo (que imaturidade), resolvi anunciar meus livros e quadrinhos na internet e foi então que percebi, que este mercado era incrível, vendi tudo em poucos dias, fiz novos amigos que queriam comprar mais revistas, acabei adquirindo outras em promoções, e revendendo a preço de capa, comecei a estudar este segmento por minha conta, entrei em vários grupos e fóruns na internet para analisar o comportamento e como os nerds negociavam os produtos de seu interesse, foi então me apaixonei mais ainda por este mercado, afinal, amo este universo e após abrir legalmente a empresa (o CNPJ abre portas), passei a ter acesso à fornecedores, licenciados e distribuidores de tudo que eu amava, por fim, fui demitido do meu emprego formal, e como tenho 3 filhos para criar, contas e as despesas da empresa que dependiam de mim, me dediquei de corpo e alma no sonho da Lojas Parkers", conta Eder Parker (como gosta de ser chamado).

Os desafios eram ainda maiores quando a Lojas Parkers se tornou "trabalho sério" como conquistar estes consumidores fiéis e exigentes que gostam de tecnologia, quadrinhos, livros, séries, filmes, jogos e movimentam um setor bem lucrativo: o mercado geek? Como não ser engolido por lojas especializadas e gigantes do segmento nerd? A resposta só veio depois de semanas estudando como funcionava o mercado e aderindo a pequenas estratégias como por exemplo, esperar que algumas edições de quadrinhos esgotassem nas bancas para poder anunciar no site, enviar brindes em todas as compras, mandar cupons de desconto ou de frete grátis para aniversariantes do mês, criar benefícios para todos que assinavam o mailing no site, fazer sorteios nas redes sociais, mas mesmo assim, as vendas ainda não eram suficientes, as grandes lojas ainda vendiam mais caro e muito mais, "me irritava ver que algumas lojas chegavam a colocar de 200% a 300% de lucro em cima de produtos temáticos, empurrando goela abaixo nos clientes, pois sabem que fãs agem pelo emocional", explica Eder, e foi neste momento que aconteceu o "insight", usar a emoção, me aproximar e ser amigo do meu público de forma honesta.

Após constatar que é na internet que o geek se sente em casa. Eder foi a caça de seus potenciais consumidores nas redes sociais, "uso estes canais para me aproximar do público da loja, faço encomendas para eles, peço dicas de produtos, envio brindes e cupons de desconto em agradecimento'' e não para por aí, "resolvi deixar meu telefone pessoal exposto no site, parecia loucura, mas desta forma construí uma rede de clientes fiéis, os quais me ajudam nas tomadas de decisões, inclusive foram eles que me ajudaram a achar os representantes de grandes marcas para que eu pudesse ter produtos licenciados, então Odin foi exigindo mais da empresa, investi meu seguro desemprego todo em maquinário para produzir nossos próprios produtos, e resolvi me jogar no mercado de Marketplaces para distribuir nossos produtos para grandes varejistas nacionais, assim eu não teria mais grandes concorrentes, ao expandir e me tornar distribuidor, fiz com que os gigantes do mercado trabalhassem pra mim indiretamente, vendendo produtos da LojasParkers.com.br nos sites deles! De uns tempos para cá, muitas pessoas começaram a pedir para revender produtos das Lojas Parkers e eu deixo, dividimos o lucro real ou deixo que troquem por algo na loja". Uma estratégia de inércia como Eder gosta de chamar.

Esta estratégia consiste em fazer as pessoas se sentirem parte do negócio e fazer os concorrentes venderem seus produtos indiretamente. Assim a LojasParkers.com.br se torna uma marca forte entre muitos fãs do universo nerd, ou geek como alguns preferem dizer, afinal quem não gosta de poder praticamente personalizar seus produtos, receber mais do que compra, ter um atendimento verdadeiro e exclusivo diretamente com o dono da loja virtual e ter produtos com preços justos?

Muitos se surpreendem ao saber que a LojasParkers.com.br é uma empresa de um homem só, que cresce em média 8% por mês em seu faturamento, ou seja, a empresa cresce 96% por ano em lucro real, graças a este homem que faz a parte de designer, redes sociais, atendimento, marketing, negociações e produz os produtos. Hoje Eder tem feito consultorias e treinamentos para implementar seus métodos de atendimento e negociação em outras empresas.

O que começou apenas para pagar contas e por querer o melhor para seus filhos, hoje se tornou um novo método de empreender, que está permitindo aos nerds e amantes desta cultura, possam ter produtos de qualidade a preços acessíveis. Vale a pena conferir e participar desta história!



Website: http://www.lojasparkers.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade