Publicidade

Estado de Minas

Segundo dados, cresce pelo terceiro mês consecutivo venda de imóveis novos em SP


postado em 22/08/2017 13:30

A cidade de São Paulo vem demonstrando crescimento nas vendas de imóveis nos últimos meses. Foram vendidas na cidade pouco mais de 1.200 novas unidades residenciais, uma alta de quase 55% em relação ao que foi comercializado no mês de fevereiro e 15% maior do que foi vendido no mês de março do ano passado, onde foram comercializadas pouco mais de 1.000 unidades naquele período.

A pesquisa foi realizada pelo Secovi SP (Sindicato de Habitação de São Paulo), os dados foram divulgados em maio deste ano. Além desta entidade, a Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio) também divulgou que São Paulo lançou cerca de 1.555 novas unidades no mês de março, esse resultado é 768% maior do que os 179 lançados no mês de fevereiro.

Os números desses três meses consecutivos são animadores, mas ainda não significa uma recuperação completa da crise do setor. Quando comparado o período dos doze meses entre abril do ano passado até março deste ano, foram vendidas quase 16 mil unidades em São Paulo, sendo que no comparativo do mesmo período entre 2015 e 2016 onde se comercializou cerca de 20.200 imóveis, houve uma diminuição nas vendas de 21%.

Em março o estoque disponível de imóveis residenciais prontos, em construção ou na planta, estava na casa de 22.540 unidades, um aumento de 2,6% na comparação ao mês anterior. De acordo com o economista do Secovi SP, o que está inibindo um aumento maior nas vendas é a alta taxa de desemprego do país, ele complementa dizendo que apesar disso, as expectativas são boas daqui para frente por causa da diminuição da taxa de juros Selic, e isso melhora o acesso ao crédito, e um quadro de inflação baixa indicam para um começo de um aquecimento dos negócios no setor imobiliário, é o que diz o especialista.

Ele crê que o setor irá se recuperar a partir do segundo semestre, porém ressalta que a alavancagem das vendas depende das pessoas que querem comprar um imóvel, mas que ainda estão reprimidas por alguns motivos. Ele espera vender cerca de 16 mil imóveis até o final de 2017 e que o segmento imobiliário em São Paulo recupere aos poucos o mesmo volume de vendas anterior à crise econômica.

Ainda de acordo com ele, a partir do começo da crise econômica que se estabeleceu no país desde o final de 2015 os consumidores não estão mais comprando imóveis com a intensão de investir, pela falta de condições as compras de imóveis só estão acontecendo porque precisam, são aqueles que ou estão casando ou estão se mudando para a capital.

Mas para quem está buscando comprar um imóvel fora da capital, há uma construtora em Sorocaba com o melhor padrão em construção de qualidade da região, com imóveis residenciais e comerciais que unem sofisticação, conforto, beleza e funcionalidade.

A Construtora Planeta atua a mais de 15 anos no mercado realizando empreendimentos imobiliários em Sorocaba, por meio de soluções imobiliárias modernas e inovadoras com foco no estilo de vida dos clientes, é reconhecida no ramo como uma empresa que cumpre com seus compromissos e possui uma relação custo benefício muito atrativa. Para mais informações basta acessar o site e conferir os imóveis disponíveis em Sorocaba.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade