Publicidade

Estado de Minas

Sistema de gestão de incisões PREVENA? apresenta redução da dor incisional e do uso associado de narcóticos em participantes do estudo obesas submetidas a parto cesárea


postado em 21/08/2017 18:45

Resultados recentes publicados no American Journal of Perinatology mostraram a redução das complicações da ferida pós-operatória em pacientes obesas submetidas a parto cesárea com terapia por pressão negativa de incisão fechada (ciNPT) usando o Sistema de Gestão de Incisões PREVENA?. O artigo intitulado "Terapia por pressão negativa de incisão fechada em pacientes obesas submetidas a parto cesárea: ensaio controlado randomizado", descobriu que as pacientes têm uma redução significativa da dor pós-operatória e do uso de narcóticos e apresentaram redução de ocorrências no sítio cirúrgico (SSOs) enquanto recebiam ciNPT em comparação com o curativo padrão (SOC).

"Esses novos dados convincentes sugerem que a terapia por pressão negativa pode ser usada para reduzir a dor pós-operatória em pacientes cirúrgicos", disse Ron Silverman, Doutor em medicina, Membro do American College of Surgeons, Diretor médico da Acelity. "Examinando pacientes com mais alto risco de complicações e maiores custos nesse estudo, podemos agora apontar dados definitivos e excitantes indicativos de que a Terapia PREVENA? melhora a experiência do paciente, reduzindo a dor. Esse estudo é mais um no crescente conjunto de evidências que demonstram uma potencial redução das complicações pós-operatórias da ferida em várias incisões cirúrgicas."

De acordo com o National Center for Health Statistics, houve mais de 1.2 milhão de partos cesáreas nos Estados Unidos em 2015.1 Aproximadamente entre dois e sete por cento dos partos cesáreas resultaram em SSO, levando a uma cicatrização mais demorada da ferida cirúrgica, dor pós-operatória, maiores taxas de infecção secundária e reinternação, menor satisfação do paciente e maiores custos da assistência médica. A reinternação custa, normalmente, cerca de US$6.600 por SSO pós-cesárea. Mulheres obesas que são submetidas a parto cesárea apresentam risco particular, já que vários estudos demonstraram taxas mais altas de infecção da ferida entre essa população.2,3

"Partos cesáreas são os procedimentos cirúrgicos mais comumente realizados nos Estados Unidos e as complicações da ferida pós-cesárea, especificamente em mulheres grávidas que são obesas, continuam sendo um problema importante da obstetrícia moderna", disse Robert Phillips Heine, Doutor em Medicina, autor do estudo, Duke University Medical Center. "Apesar de haver necessidade de mais pesquisa, esses resultados têm implicações significativas para a gestão de dor pós-parto e pós-operatória, já que as evidências indicam que a terapia por pressão negativa de incisão fechada pode oferecer alternativas para os medicamentos tradicionais que são normalmente usados para reduzir a dor no sítio da incisão."

O estudo controlado, randomizado, de centro único, comparou os SSOs, por exemplo, como resposta inflamatória local imprevista, dreno prolongado, coleta de fluido, deiscência e infecção do sítio cirúrgico em 82 pacientes submetidas da parto cesárea que receberam ciNPT com o Sistema de Gestão de Incisão PREVENA? ou curativo SOC. Os resultados indicaram que o grupo ciNPT, quando comparado ao grupo SOC foram os seguintes:

  • Menos ocorrências de SSOs (5,1% vs. 16,3%; p=0,16, não alcançou significação estatística)
  • Redução da dor incisional em repouso (43,5% vs. 84,8%; p<0,001) e com pressão incisional (54,3% vs. 91,3%; p<0,001)
  • redução de 30% do uso total de opióides (55,9 mg de morfina vs. 79,1 mg; p=0,036)

Sobre o Sistema de Gestão de Incisões PREVENA?

O Sistema PREVENA?, lançado em 2010, é o primeiro sistema por pressão negativa descartável, desenhado especificamente para o tratamento de incisões cirúrgicas fechadas. O sistema cobre e protege a incisão contra contaminação externa, enquanto a pressão negativa remove fluido e material infeccioso da incisão cirúrgica. Consulte as Instruções de uso dos Sistemas PREVENA? para obter uma lista completa de usos apropriados, alertas e precauções.

Sobre a Acelity

A Acelity L.P. Inc. e suas subsidiárias são uma empresa global de tratamento avançado de lesões que alavanca os pontos fortes da Kinetic Concepts, Inc. e Systagenix Wound Management, Limited. Disponível em mais de 90 países, o portfólio de produtos inovadores e complementares ACELITY? agrega valor por meio de soluções que aceleram a cura e lideram o setor em qualidade, segurança e experiência do cliente. Sediada em San Antonio, Texas, a Acelity tem quase cinco mil funcionários no mundo inteiro.

Referências

1.    

Brahmbhatt, R., Carter, S. A., Hicks, S. C., Berger, D. H., & Liang, M. K. (2014). Identifying Risk Factors for Surgical Site Complications after Laparoscopic Ventral Hernia Repair: Evaluation of the Ventral Hernia Working Group Grading System. Surgical Infections, 15, 187-193. Acessado em 27 de julho de 2017, de http://online.liebertpub.com/doi/pdf/10.1089/sur.2012.179

2. Perlow JH, Morgan MA, Montgomery D, Towers CV, Porto M. Perinatal outcome in pregnancy complicated by massive obesity. Am J Obstet Gynecol 1992;167(4 Pt 1):958?962
3. Olsen MA, Butler AM, Willers DM, Devkota P, Gross GA, Fraser VJ. Risk factors for surgical site infection after low transverse cesarean section. Infect Control Hosp Epidemiol 2008;29(06):477?484, discussion 485?486
 

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Acelity
Kathryn Skeen, +1-210-882-2067
Comunicações corporativas
kathryn.skeen@acelity.com
ou
Caleb Moore, +1-210-255-6433
Relacionamento com investidores
caleb.moore@acelity.com


Fonte: BUSINESS WIRE

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade