Publicidade

Estado de Minas

Instituto Brincante, Universidade de Princeton e UFRJ realizam jornada sobre as manifestações populares brasileiras


postado em 21/08/2017 17:30

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Estudiosos de diferentes partes do Brasil se reúnem no dia 25 de agosto no Teatro Brincante para a jornada Fazer Pensar Brasil. Com uma série de palestras e rodas de conversas, a iniciativa é uma parceria entre o Instituto Brincante, a Universidade de Princeton e a Universidade Federal do Rio de Janeiro. A discussão gira em torno das manifestações chamadas de populares, a partir de experiências e disciplinas diversas.

O tema ganha sentido especial na atualidade e proporciona a amplitude necessária para o debate. Afinal, os valores, conteúdos e formas do que se identifica como popular podem ser ressignificados e terem papel e função social no mundo em que vivemos? Na encruzilhada histórica por que passamos, trata-se de pensar coletivamente uma questão já velha, mas que nos pede novas configurações: podemos ser modernos e "populares" ao mesmo tempo?

A lista de palestrantes inclui Pedro Meira Monteiro, Antonio Nóbrega, Ricardo Teperman, Paulo Iumatti, Lilia Schwarcz, José Miguel Wisnik, Heloisa Buarque de Hollanda, Lira Neto, Rosane Almeida, Maurício Hoelz, Paulo Dias, André Botelho e André Ricardo Heráclio do Rêgo.

Programação:
9h30 ? 11h30 ? mesa 1: Desafios e missões: o mundo além da escrita (mediação: Antonio Nóbrega)
Pedro Meira Monteiro
André Botelho
Maurício Hoelz
Lilia Moritz Schwarcz

11h50 ? 12h30 ? Atividade com Rosane Almeida

14h00 ? 16h ? Mesa 2: Escuta e política nos Brasis (mediação: Pedro Meira Monteiro)
Heloísa Buarque de Hollanda
Ricardo Teperman
José Miguel Wisnik
André Ricardo Heráclio do Rêgo

16h20 ? 18h20 ? Mesa 3: Batuque, samba e poesia (mediação: André Botelho)
Antonio Nóbrega
Paulo Teixeira Iumatti
Paulo Dias
Lira Neto

18h20 ? 19h ? Encerramento
Antonio Nóbrega
André Botelho
Pedro Meira Monteiro

Palestras
"Questão de mais-Brasil menos-Brasil": brasilidade além do nacionalismo em Mário de Andrade - André Botelho;

O sertão no imaginário brasileiro - André Ricardo Heráclio do Rêgo;

Uma poética para o Brasil - Antonio Nóbrega;

Fracassos e escuta na Universidade das Quebradas - Heloisa Buarque de Hollanda;

A influência deletéria do urbanismo - José Miguel Wisnik;

Lima Barreto e seus subúrbios - Lilia Schwarcz;

A gênese do samba: entre a festa e a agonia - Lira Neto;

Na pancada do ganzá: um livro de amor inacabado - Maurício Hoelz;

A fumaça que sobe dos nossos quintais - Paulo Dias;

Utopia e absurdo no Brasil contemporâneo: reflexões a partir dos folhetos de cordel - Paulo Teixeira Iumatti;

"Não é pra ouvir, é pra gente se deixar ouvir": a liturgia do canto, de Mário de Andrade a Alfredo Bosi - Pedro Meira Monteiro;

Paratodos, para os pobres, pra ninguém - Ricardo Teperman;

Atividade com Rosane Almeida - Nossa Ciranda;

Confira a programação completa no site: http://bit.ly/JornadaFazerPensarBrasil

SERVIÇO
Fazer Pensar Brasil
25/08 das 9h às 19h
Instituto Brincante
ENTRADA FRANCA
Sujeito à Lotação
Pré-inscrição: http://bit.ly/FazerPensarBrasil
Informações: http://bit.ly/FazerPensarBrasil_Eevento
Mediação: Antonio Nóbrega (Instituto Brincante), Pedro Meira Monteiro (Princeton) e André Botelho (UFRJ)
Realização: Instituto Brincante, Princeton University e UFRJ
Produção Geral: Silas Redondo



Website: http://bit.ly/JornadaFazerPensarBrasil

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade