Publicidade

Estado de Minas

Calendário traz detalhes históricos dos feriados do Brasil

Tivemos o cuidado de não nos limitarmos às informações básicas, mas, sim, fazer um bom resumo histórico dos fatos relativos aos feriados


postado em 10/08/2017 10:15

(foto: Dino)
(foto: Dino)
O site Calendário 2018 Brasil, que permite aos usuários da internet organizar viagens com base em calendários nacionais e estaduais de todo o País, agora traz informações históricas e curiosidades sobre as datas oficiais e comemorativas atualmente celebradas no Brasil. A proposta é levar aos usuários conteúdos informativos sobre os fatos envolvidos na instituição das datas e tornar o espaço mais atraente.

"Tivemos o cuidado de não nos limitarmos às informações básicas, mas, sim, fazer um bom resumo histórico dos fatos relativos aos feriados e às datas comemorativas", afirma Christoph Weibenback, da austríaca Start Design, empresa criadora do site. "O resultado foram textos com rigor histórico, longe do tom oficial e cheios de fatos curiosos, muitos deles sobre episódios importantes da história do Brasil."

Sobre a Inconfidência Mineira, por exemplo, o site destaca que Minas Gerais produziu mais ouro que em qualquer jazida descoberta na América Latina durante o período colonial. Mais ouro, inclusive, que o produzido pelas lendárias minas Maias no México, com ganhos superiores que os três séculos de mineração de prata em Potosy, na Bolívia. O ouro brasileiro teria tido ainda papel importante na Revolução Industrial.

Outra curiosidade destacada nos informativos diz respeito à origem do dia dos namorados. A data teria sido criada no fim dos anos 1940, numa campanha de marketing das lojas Clipper, encomendada ao publicitário baiano João Doria, pai do atual prefeito de São Paulo, João Doria Júnior. O estabelecimento estava descontente com o baixo volume de vendas no mês de junho.

O publicitário teve então a ideia de transplantar o dia de São Valentim, comemorado no dia 14 de fevereiro nos países europeus e também o dia dos namorados por lá, para o dia 12 de junho. São Valentim foi um bispo católico do Império Romano que teria contrariado a determinação do imperador Cláudio no Século III DC de proibir casamentos e foi decapitado por causa disso.

Só que no Brasil, Santo Antônio, cujo o dia de homenagem é 13 de junho, é o tradicional santo casamenteiro das brasileiras e o dia dos namorados passou a ser comemorado no dia anterior porque, nas palavras do publicitário, "antes de casar, namora-se". A campanha foi veiculada pela primeira vez em 1949 e, desde então, tornou-se uma data importante no Brasil.


Website: http://www.calendario2018brasil.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade