Publicidade

Estado de Minas

Markham & Read Anuncia Sentença de Júri Federal de US$ 600.000 ao Empresário do Condado de Orange, Bruce Cahill, após Veredito de Fraude e Difamação contra Paul P. Edalat


postado em 10/08/2017 00:00

Empresa de advocacia com sede em Boston, Markham & Read, anunciou hoje que no caso de Bruce Cahill et. al. contra Paul Pejman Edalat et. al. (Súmula da Corte Federal dos EUA: 8:16-cv-00686), um júri federal determinou que Edalat atuou deliberadamente com opressão, fraude ou malícia contra Cahill, o antigo Diretor Executivo da Pharma Pak, Inc., afirmando que Edalat lançou uma campanha de difamação contra ele na mídia social durante um período de um ano.

O júri emitiu uma sentença de US$ 600.000 em danos sofridos por Cahill e decidiu que Edalat é responsável pelos danos punitivos. Uma audiência irá ocorrer na Corte do Distrito dos EUA, Distrito Central da Califórnia (divisão Santa Ana) em 22 de agostopara determinar a extensão dos danos punitivos.

O júri também verificou que Edalat foi responsável por danos aos investidores da Pharma Pak, Greg Cullen, Ron Franco e Shane Scott.

"Estamos muito satisfeitos que o júri enviou uma clara mensagem a Paul Edalat enquanto apoiava totalmente Bruce Cahill e sua longa e boa reputação na comunidade," disse John J. Markham, advogado de Cahill e dos investidores da Pharma Pak. "O veredito e danos resultantes são a prova absoluta que o Sr. Cahill foi totalmente vindicado contra ações inescrupulosas e declarações difamatórias de Edalat, junto com outros que o júri determinou foram prejudicados por Edalat."

Durante o julgamento, Markham e o advogado Bridget A. Zerner definiram a quarta evidência e testemunho mostrando que Edalat induziu que Cahill, Cullen, Franco, Scott e outros fizeram mais de US$ 4 milhões em investimentos na Pharma Pak com numerosas afirmações referentes ao valor da empresa, sua propriedade intelectual, sua base existente de clientes e lista de clientes prospectivos.

Ao longo dos procedimentos, jurados ouviram evidências diretas que Edalat, nativo da Corte de Orange, apresentou previamente falência no Sul da Califórnia (Súmula da Corte de Falências dos EUA: 8:14-bk-14529-TA) e em 2014 foi "permanentemente restringido e intimado ? de fabricar, preparar, embalar, rotular, estocar ou distribuir de modo direto ou indireto quaisquer suplementos dietéticos" pela Corte do Distrito dos EUA para o Distrito Central da Califórnia (Súmula da Corte Federal dos EUA: SACV 14-01759-JLS), utilizando dinheiro de investimentos para pagar dívidas de jogos em Las Vegas e outros gastos excessivos. Eles também revisaram muitas postagens que Edalat fez na mídia social referente à antiga vida pessoal do Diretor Executivo da Pharma Pak, que formou o fundamento das afirmações do Sr. Cahill na corte que Edalat procurou difamá-lo depois que o litígio foi apresentado na corte federal.

Além disto, o júri decidiu que a co-ré de Edalat, Olivia Karpinski, foi responsável por US$ 11.000 em danos a Cahill baseados nas afirmações difamatórias que ela fez na mídia social.

Durante o julgamento, o júri ouviu o testemunho de um policial de Irvine que desacreditou a tentativa de Karpinski de afirmar falsamente que foi vítima de assédio sexual. Karpinski foi ao Departamento de Polícia de Irvine em 13 de outubro de 2016, um dia antes dela ter ido depor no caso e apresentado um relatório (Relatório do Departamento de Polícia de Irvine CA nº 16-15720) afirmando que foi vítima de "perseguição" e que retornou à estação duas horas mais tarde para fazer uma reclamação adicional de assédio sexual. Segundo o relatório, o policial explicou que seu relato não foi assédio sexual e questionou por que ela esperou 11 meses para registrar as alegações. Karpinski tinha postado previamente as falsas afirmações de assédio contra Cahill em sua conta de Instagram, onde permaneceram visíveis ao público por vários meses.

"Como empreendedor e filantropo no Sul da Califórnia por mais de 30 anos, sou grato que o júri reconheceu minha reputação como empresário honesto e bem sucedido em setores como de tecnologia, semicondutores, publicações e imóveis," disse Cahill. "Também estou satisfeito que reconheceram os danos causados por Paul Edalat contra mim por suas diversas afirmações falsas e declarações difamatórias."

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Denterlein
Scott Farmelant/Jill Reilly
617-482-0042


Fonte: BUSINESS WIRE

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade