Publicidade

Estado de Minas

Alimentação Enteral é alternativa para casos de restrição alimentar


postado em 09/08/2017 11:45

Quando precisou passar por tratamento para o câncer de próstata, no início do ano, o advogado Jonas Pacheco sentiu alguns efeitos colaterais próprios do processo. Entre eles, a falta de apetite acompanhada pela perda de paladar. Foi quando lhe foi apresentada a alimentação enteral.

A princípio sem conseguir comer apropriadamente, Jonas e sua família ficaram receosos quanto a sua capacidade de manter o peso e a saúde, vitais ao longo do tratamento oncológico. Mas com a indicação de nutricionistas, o advogado substituiu a alimentação via oral e passou a se alimentar através de um tubo flexível, a chamada sonda.

"Após o início, foi relativamente rápida minha adaptação a esse tipo de alimentação", relembra Jonas, "em pouco tempo eu já estava usando a sonda com propriedade, normalmente". Em casos extremos em que a nutrição oral fica inviabilizada, a dieta enteral garante que o estado clínico de enfermos e pacientes não seja prejudicado.

Além de estabilizar a saúde, a alimentação enteral sob supervisão de especialistas pode alcançar melhoras significativas no quadro geral. No momento de administrar o conteúdo da sonda a maioria recorre aos centros e lojas de nutrição alimentar, que trabalham com fórmulas prontas industrializadas.

É o caso da E-nutri, pioneira brasileira nas vendas de suplementos online. A linha enteral da E-nutri é dividida em categorias didáticas de acordo com idade, doença e tratamento submetido: diabética, normocalórica, normocalórica com fibras, hipercalórica, hipercalórica com fibras, hiperproteica/hipercalórica e pediátrica -- especial para crianças.

Segundo o nutricionista Bruno Mallett, a dieta enteral pode ser ministrada por quatro modalidades de sonda: nasogástrica (inserida pelo nariz até o estômago), nasojejunal (pelo nariz até o intestino), sonda de gastrostomia (diretamente no estômago via procedimento cirúrgico) e sonda de jejunostomia (diretamente no intestino, também via cirurgia).

"Esse tipo de alimentação é extremamente importante e mais comum do que se imagina", atesta Mallett. Ainda segundo ele, produtos de dietas enterais fazem a diferença na hora de manter peso e a saúde em dia, por conta da suplementação nutricional. "Os produtos especializados da linha enteral provém todos os nutrientes que o corpo em recuperação precisa".


Website: http://enutrionline.com.br/

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade