Publicidade

Estado de Minas

Independentemente se há ou não há emprego, há vaga para trabalho

O futuro pode ser interessante diante da diversidade de pontos de vista, de novas capacidades, de novas interpretações sobre os mais diversos assuntos.


postado em 07/08/2017 11:45

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Conhecer as próprias habilidades e fazer dinheiro com elas é uma forma de trabalho que continua parecendo estranha para muita gente. Ainda se espera por uma instituição que dê validação para as próprias competências. Muitas vezes a necessidade faz com que as habilidades apareçam. Mas não é necessário que a vida fique difícil para que possamos nos descobrir e desenvolver habilidades. Ganhos podem ir além, podem querer dizer: satisfação, troca, contribuição para a sociedade, cuidar da nossa casa comum, cuidar da nossa paz interior, entre outros.

De acordo com Rosangela Claudino, coach e psicanalista a mais de vinte anos, a inspiração, dedicação e transpiração podem trazer autoconfiança e a segurança de que ninguém vai tirar aquilo que é seu.

"Quando diminuímos a necessidade de validação externa sobre aquilo que produzimos, estamos nos apropriando de algo que é nosso. Acreditando que não há alternativas além da validação de outros sobre as nossas capacidades, ficamos reféns de crises, de valores que não são os nossos, de intempéries de humor, de necessidade constante de provar competência, entre outros", comenta Rosangela.

Precisamos aprender a nos conhecer e validar nossas próprias capacidades. Independentemente se há ou não há emprego, há vaga para trabalho. Nós só podemos entender esse conceito e nos candidatar para as "vagas de trabalho" se mudarmos nosso "modelo mental" de que só podemos nos manter se nos oferecerem emprego e validação.

"É importante nos mantermos financeiramente e também saudáveis do ponto de vista físico, emocional e mental. Atualmente, as empresas e instituições são um dos caminhos, há muito tempo atrás eram "o caminho". Vamos enxergar isso como uma mudança natural e até, porque não dizer, uma boa mudança", explica a coach e psicanalista.

Essa visão de vários novos modelos nos dá a possibilidade de descobrirmos habilidades diferenciadas, de nos conhecermos melhor, de nos sentirmos capazes de nos manter. O futuro pode ser interessante diante da diversidade de pontos de vista, de novas capacidades, de novas interpretações sobre os mais diversos assuntos, de criações imaginativas, de comunicação mais ampla e de interação interpessoal.

Todas as áreas profissionais têm caminhos diferentes dos já conhecidos.

"Se desafie a buscar o que pode haver de novo na sua área ou em outras áreas, em novos modelos de atuação. Assim, você poderá encontrar emprego, ou não, mas trabalho com certeza encontrará", finaliza Rosangela.


Website: http://provoca.com.br/

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade