Publicidade

Estado de Minas

Atualização de produtos: como isso afeta seu negócio?

A falta de informação existe e buscamos orientar da melhor forma, direcionando e dando o suporte necessário?, explica Jaime Peters Junior, sócio da Bz Tech.


postado em 03/08/2017 16:00

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Imagine a cena: você tem um totem de autoatendimento, já pronto e adaptado para acomodar os produtos, como monitor touchscreen, computador, pin pad, entre outros. Ao comprar outros equipamentos para uma nova peça você descobre que um dos produtos utilizados no seu totem saiu de linha e o modelo substituto possui um tamanho diferente do anterior. E agora, como adaptá-lo e quanto terá de gastar para isso? Esse é um exemplo de problema que a atualização de produtos pode causar.

Modernizar um produto ou tirá-lo de circulação é muito comum no mundo da automação. Isso porque os fabricantes sempre buscam aprimorar suas máquinas, com novas funções e incremento de desempenho, acompanhando as tendências e demandas do mercado.

Vista com bons olhos por uns, que logo correm para adquirir os modelos mais novos, essas atualizações podem não ser bem vistas por outros, que precisam reaprender a utilizar um produto ou, muitas vezes, readaptar o espaço destinado a ele.

Seja pelo lado positivo ou negativo, é importante ficar atento às mudanças para se adequar o quanto antes. "Às vezes, recebemos clientes que procuram por produtos que já saíram de linha ou foram substituídos. A falta de informação existe e buscamos orientar da melhor forma, direcionando e dando o suporte necessário", explica Jaime Peters Junior, sócio da Bz Tech, e-commerce especializado em automação comercial.

Em transição

Pin Pad

O Pin Pad Gertec PPC910 era um dos modelos mais procurados e vendidos no Brasil em razão da segurança e da qualidade para transações com cartões, além da praticidade de uso e agilidade nas vendas. O produto foi substituído pelo PPC 920, que chegou mais reforçado, tanto no quesito segurança quanto no layout. O modelo conta com sistema de detecção de fraude, abas laterais para proteger o teclado e dificultar a visualização da senha, e cabos reforçados, que aumentam a durabilidade.

Impressora de etiquetas

A Zebra tirou de circulação, há alguns anos, o modelo TLP 2844, substituído pelo GC420t, uma versão mais moderna. O equipamento atua com impressão por transferência térmica (via ribbon) ou térmica direta e suporta textos, códigos de barras ou gráficos. Com capacidade para até mil impressões diárias, ela também apresenta flexibilidade no tamanho da impressão.

Outro modelo de impressora de etiquetas em transição, mas que ainda circula no mercado, é o Argox OS-214 que, em breve, será substituído pelo Argox OS-2140. O equipamento imprime códigos de barras 1D e 2D ? QR Code, e a principal mudança está na velocidade de impressão e na linguagem de programação que agora vem de fábrica como PPLA e PPLB, proporcionando mais agilidade e praticidade ao usuário.

Leitor de código de barras

O Bematech BR 310 deu espaço para o Bematech BR 400, um dos leitores CCD mais procurados da categoria e com mais resistência que o modelo anterior. Modelos plug and play, isso é, sem a necessidade de instalações, o leitor atende com eficiência os pequenos varejos, acelerando os resultados dos PDVs.

Impressora de cheques

Existem casos de produtos que simplesmente saem do mercado sem a substituição por novos modelos. Esse é o caso das impressoras de cheques. Muito utilizada anos atrás em diversas empresas, em vários ramos de atividades distintos, os cheques foram sendo substituídos gradativamente por meios eletrônicos.

Como consequência, os fabricantes de impressoras de cheque pararam de comercializar e oferecer suporte a esses produtos, notícia triste para muitas empresas que ainda utilizam cheques no seu dia a dia.

Líder de vendas na categoria, a impressora de cheques Bematech DP-20 saiu de linha no final de 2016, dando vez para a chegada das novas tecnologias, como a Internet das Coisas, que tendem a transformar o futuro, junto de outras sete tecnologias que devem ser foco até 2020. Com essa invasão tecnológica, produtos obsoletos deixam de ser fabricados, mesmo que tenham procura.

Fique atento às mudanças do mercado, converse com seus fornecedores para saber se o produto que está comprando é lançamento ou se já existem modelos novos entrando no mercado para que você não seja pego de surpresa.

Website: https://www.bztech.com.br/

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade