Publicidade

Estado de Minas

Como não errar na escolha do plano de saúde em 3 passos

Isto ajudará na decisão de ter um plano de saúde, ou de optar por meios alternativos que já existem no mercado.


postado em 03/08/2017 11:45

(foto: Dino)
(foto: Dino)
A maioria dos brasileiros ? 95% da população ? considera que ter um plano de saúde é fundamental. Esta informação vem de uma pesquisa feita pelo Ibope, encomendada pelo IESS (Instituto de Saúde Suplementar).

A principal razão desse resultado é que as pessoas, em geral, não se sentem seguras contando apenas com o atendimento do SUS (Sistema Único de Saúde).

No entanto, escolher a operadora não tem sido tarefa fácil. Muitos desconhecem seus direitos de consumidor na contratação de um plano de saúde individual ou coletivo e têm dúvidas quanto ao que pode ou não ser exigido.

Angelo Epifânio, CEO da RedeCare, frisa sobre a importância de ter conhecimento sobre estes aspectos. "Isto ajudará na decisão de ter um plano de saúde, ou de optar por meios alternativos que já existem no mercado", comenta.

Um dos maiores obstáculos para os brasileiros aderirem aos planos é o custo. Com reajustes acima dos índices de inflação, em tempos de crise econômica e altas taxas de desemprego é realmente difícil fazer esta escolha sem temer pelo futuro.

Antes de assinar contrato com um plano de saúde, portanto, atente para estas 3 dicas fundamentais:

1. Abrangência e cobertura
O plano atende toda a sua família e conta com serviços completos na região onde você mora? Fora dos grandes centros do país, é preciso se certificar de que o plano de saúde escolhido tenha uma rede de atendimento completa.
Acesse o site da operadora e pesquise a lista de profissionais disponíveis na sua cidade, certifique-se também de que esta lista é atualizada. Você pode fazer isso entrando em contato com a operadora ou, até mesmo, confirmando a informação com alguns médicos diretamente.

2. Regularidade junto à ANS
A cada 3 meses, a ANS (Agência Nacional de Saúde) divulga em seu site uma lista com planos que foram suspensos por irregularidades no atendimento. Outra informação disponível no portal é sobre a situação das operadoras.

3. Valores e reajustes
Os reajustes do plano de saúde podem ocorrer em 3 situações:
- Por aniversário do plano: a partir da data de contrato, o reajuste segue percentual definido pela ANS.
- Por mudança de faixa etária: verifique quais são os valores de reajuste de acordo com cada faixa etária e compare.
- Por sinistralidade: pode ocorrer em contratos coletivos com base em um limite de procedimentos que deverá constar em contrato. Atente para esta informação e consulte a ANS para verificar se o proposto pela operadora é legal.

Considere esses 3 pontos antes de assinar o contrato. Caso não haja acordo, há ainda opções de atendimento sem mensalidade.

A RedeCare é um serviço gratuito que aproxima médicos e pacientes para realização de consultas com valores diferenciados.

Website: http://www.redecare.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade