Publicidade

Estado de Minas

Conhecendo os tipos de piso de madeira antes de tomar uma decisão

É interessante conhecer melhor cada modelo antes de tomar qualquer decisão.


postado em 02/08/2017 11:45

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Não importa a época ou o lugar, a madeira na decoração e na arquitetura nunca deixa de ser tendência. Seja nos móveis, painéis, decks, adornos e pisos, o material combina seu tom rústico com sofisticação. O piso de madeira, em especial, é atraente porque também produz conforto térmico nos ambientes em que é aplicado. Há diversos tipos de piso de madeira, cada um com suas características próprias. É interessante conhecer melhor cada modelo antes de tomar qualquer decisão.

Piso laminado
Os pisos laminados são placas fabricadas com resíduos de madeira. Sua instalação é bastante prática e dura de um a dois dias. As peças podem ser aplicadas sobre o assoalho ou sobre outro piso e o encaixe se dá por meio do modelo macho-fêmea. Composto por quatro camadas, esse tipo de piso possui uma manta acústica que reduz o barulho ao pisar, sendo bastante procurado por moradores de apartamento. Os pisos laminados são bastante resistentes a riscos e sua limpeza é bastante fácil, envolvendo apenas sabão neutro e um pano úmido. Uma recomendação é evitar molhar excessivamente as peças, que podem absorver a umidade e inchar. Esse tipo de piso dispensa o uso de ceras ou verniz.

Carpete de madeira
Muito confundido com o piso laminado, o carpete de madeira consiste em uma folha fina de madeira natural acoplada a uma base de madeira processada. A diferença entre ambos é que o carpete possui espessura menor e é menos resistente. Os aspectos positivos são o preço mais generoso e a rápida instalação, que também ocorre por meio do sistema macho-fêmea, dispensando parafusos. A limpeza também pode ser realizada com panos umedecidos e sabão neutro, porém, é preciso cuidado, pois o carpete de madeira é pouco tolerante à umidade.

Assoalho de madeira
O assoalho de madeira é o modelo mais resistente, pois é fabricado com madeira maciça natural e pode durar mais de vinte anos. As espécies mais empregadas são: Ipê, Jatobá, Peroba e Carvalho ? todas bastante resistentes, variando apenas as cores e tonalidades. Em caso de riscos ou manchas, uma vantagem do assoalho é a possibilidade de ser lixado, adquirindo aspecto novo. Por conta de todas essas qualidades únicas, é natural que seu preço seja mais elevado em comparação aos outros tipos de piso de madeira.

Algumas de suas desvantagens são o tempo maior de instalação (que pode ser realizada tanto pelo modelo de encaixe macho-fêmea quanto com pregos) e alguns cuidados de manutenção que se fazem necessários. Quando envernizado, basta que o assoalho seja limpo com pano úmido. Se o assoalho não for envernizado, é preciso encerá-lo após a limpeza, preferencialmente uma vez por semana ou a cada quinze dias.

Taco
Vendidos individualmente, os tacos são peças pequenas de madeira maciça natural. Assim como no caso do assoalho, várias espécies podem ser utilizadas na fabricação do produto, variando os tons do piso. Por conta do tamanho reduzido, o preço do taco é menor do que dos outros tipos de piso de madeira, mas sua instalação não é das mais práticas ou rápidas: as peças são instaladas uma a uma com cola, compondo o desenho do piso. Esse processo requer serviços profissionais, o que encarece o projeto. A limpeza pode ser realizada com pano seco e vassoura, deixando o pano úmido apenas para casos de manchas mais profundas. Após a instalação do taco, é preciso esperar de 10 a 30 dias para aplicar o verniz.

Para saber mais sobre piso de madeira, acesse: www.kapor.com.br

Website: http://www.kapor.com.br/

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade