Publicidade

Estado de Minas

Idioma sob medida: aulas personalizadas conquistam alunos com ?agenda apertada?


postado em 18/07/2017 13:15

(foto: Dino)
(foto: Dino)
Aprender um novo idioma é o objetivo de muitas pessoas, seja para conseguir mais oportunidades no mercado de trabalho, conversar com estrangeiros em uma viagem internacional, preparar-se para um teste de proficiência ou fazer intercâmbio. Com pouco tempo disponível e uma rotina intensa, isso parece uma tarefa cada vez mais difícil. Porém, uma escola de idiomas mineira encontrou uma solução para facilitar esse desafio: aulas personalizadas e adaptadas às necessidades daqueles que procuram por um método de ensino flexível.

Criada em 2014, a Make it Easy possibilita que o estudante aprenda uma nova língua onde e quando quiser, pelo tempo que precisar, de acordo com seus objetivos.

Segundo Bernardo Cunha, sócio e coordenador pedagógico, a Make it Easy concilia o profissionalismo das escolas tradicionais com a flexibilidade dos professores particulares. "Nosso objetivo é facilitar ao máximo a vida do aluno para que seu aprendizado seja potencializado" afirma, destacando que o método personalizado também é benéfico para professores de idiomas que, após aprovação no processo seletivo, podem escolher o horário, local e para quais alunos lecionar. "Cada professor é especialista em uma determinada área e escolhido de acordo com o perfil do estudante".

Para quem não é de Minas Gerais, as aulas são realizadas por chamadas de vídeo, diretamente em contato com o professor. O conteúdo, tanto presencial quanto a distância, inclui material personalizado, como livros, jogos de tabuleiro, exercícios com vídeos, filmes e músicas. A escola oferece hoje aulas de inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e português para estrangeiros e brasileiros.

Novo conceito de ensino

Tudo começou em 2010, quando Gabriel Morais, fundador da Make it Easy, foi professor voluntário de idiomas em um projeto para alunos carentes na UFMG. Mas a inspiração para inovar no setor de idiomas veio anos mais tarde, após atuar em projetos de consultoria. A experiência profissional o ajudou a ter uma visão mais completa da necessidade das pessoas. Foi então que decidiu criar um novo modelo de negócio que levasse conteúdo personalizado a elas. "Percebi que as pessoas tinham uma demanda muito específica com idiomas e pouco tempo para aprender", ressalta. Assim, surgiu a escola que, em 2018, pretende chegar a outras capitais do país. "Queremos mudar o aprendizado de idiomas no Brasil" diz Rafael Gontijo, sócio-investidor da Make it Easy.



Foco no objetivo
Como a flexibilidade é o que dita a regra no modelo de ensino, alunos de todas as idades e com os mais diferentes objetivos procuram a Make it Easy. Este é o caso, por exemplo, de Wallace Souza, advogado que, mesmo sem nunca ter estudado italiano, precisava se preparar para um teste de proficiência no idioma para começar seu doutorado. Seu curso intensivo durou cerca de 20 dias. "O professor mesclava teoria e conteúdo com a resolução das questões. Ele me ensinava técnicas para fazer esse tipo de prova", conta. Wallace foi aprovado no exame e afirma que, sem as aulas, o resultado não teria sido o mesmo.

Para quem não se identifica com o modelo de ensino das tradicionais escolas de idiomas e prefere aulas que sejam desenvolvidas sob medida e se adaptem à sua agenda, certamente é uma boa pedida!


Mais informações:
Make it Easy Idiomas
site: www.makeiteasyidiomas.com.br
Telefones: (31) 3236-1553 | (31) 98501-1556
E-mail: contato@makeiteasyidiomas.com.br

Website: http://www.makeiteasyidiomas.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade