Publicidade

Estado de Minas SÉRIE

'Borgen' revela os 'podres poderes' da Dinamarca

Em três temporadas, atração da Netflix aborda os bastidores do governo do país considerado modelo para o mundo, comandado pela primeira vez por uma mulher


27/11/2020 04:00

Sidse Babett Knudsen é Birgitte Christensen, primeira-ministra às voltas com o jogo do poder(foto: Netflix/divulgação)
Sidse Babett Knudsen é Birgitte Christensen, primeira-ministra às voltas com o jogo do poder (foto: Netflix/divulgação)

Contra tudo e contra todos, Birgitte Nyborg Christensen (Sidse Babett Knudsen), a líder dos moderados, se torna a primeira mulher a conquistar o posto de primeira-ministra dinamarquesa. Esse é o mote da série Borgen, exibida originalmente na Dinamarca entre 2010 e 2013, em cartaz na Netflix.

Criada pelo roteirista, dramaturgo e diretor Adam Price, responsável pela série de fantasia Ragnarok, que estreou este ano na plataforma, Borgen tem três temporadas, com 10 episódios de 58 minutos.

Quando a terceira rodada foi ao ar, Price disse que deveria ser a última. Com a série no catálogo da Netflix, as coisas mudam de figura. A quarta temporada está prevista para estrear em 2022, focada nos bastidores do poder, com escândalos, corrupção, espionagem e mistura entre público e privado.

BORGEN
•  Três temporadas
•  10 episódios
•  Netflix


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade