Publicidade

Estado de Minas

Brasileiros entram na seleta lista dos talk shows internacionais

Anitta, Rodrigo Santoro, Wagner Moura e Gisele Bündchen são alguns dos entrevistados por apresentadores mais famosos do mundo


08/09/2020 04:00

Anitta foi entrevistada por James Corden no The late late show e, após o programa, não se conteve: 'Cheguei a um nível na minha carreira onde nem nos meus melhores sonhos imaginava chegar', postou em seu Instagram(foto: CBS/Reprodução)
Anitta foi entrevistada por James Corden no The late late show e, após o programa, não se conteve: 'Cheguei a um nível na minha carreira onde nem nos meus melhores sonhos imaginava chegar', postou em seu Instagram (foto: CBS/Reprodução)
Meu Brasil, olha onde estamos'', comemorou Anitta nas redes sociais após participar do programa The late late show, do apresentador James Corden, no canal CBS, em 20 de agosto. Por meio de uma chamada de vídeo, a funkeira deu mais um passo na construção de sua carreira internacional ao aparecer num talk show norte-americano, somando-se à seleta lista de brasileiros que tiveram a mesma oportunidade.

Essa não foi a estreia de Anitta em programas desse formato. Em 2017, a cantora fez uma breve aparição no The tonight show, apresentado por Jimmy Fallon na NBC, durante a performance de Switch, da rapper australiana Iggy Azalea, para cantar seu trecho da música. A diferença é que agora a carioca de Honório Gurgel pode dizer que esteve – ainda que metaforicamente falando – num dos sofás mais famosos do mundo.

Direto da Itália, para onde fugiu durante a pandemia do novo coronavírus, ela contou ao apresentador James Corden que a segunda temporada da série documental Vai, Anitta, da Netflix, será lançada ''em breve''. Além disso, deu detalhes sobre seu próximo álbum, sem data de estreia anunciada.

''Este ano, está saindo um álbum, produzido pelo Ryan Tedder. Ele foi responsável por Tócame (parceria dela com Arcangel e De La Ghetto) e é uma mistura de culturas e línguas: brasileira, latina, espanhola, inglesa e portuguesa. É uma bagunça louca'', disse.

Na manhã seguinte, a cantora chorou nas redes sociais ao falar da participação. ''Bom dia para quem acordou com a felicidade que não cabe dentro de si. A vontade que dá é de estocar a felicidade em um potinho para usar depois. Eu ainda não estou acreditando. Nunca imaginei, em toda a minha vida. Se alguém me contasse no início da minha carreira, que em algum momento eu ia estar nesse programa conversando com esse cara, ia falar 'você está zoando''', afirmou, com a voz embargada. ''Até para mim é difícil acreditar em algumas coisas que acontecem na minha carreira. Quando vi a cara dele, pensei, 'Meu Deus!'''

Mais tarde, ela fez um post no Instagram para agradecer James Corden. Na legenda do vídeo que mostra sua participação no programa, ela escreveu: ''Cheguei a um nível na minha carreira onde nem nos meus melhores sonhos imaginava chegar.''

O aparente deslumbre da cantora justifica-se pelas raras aparições de personalidades brasileiras na TV dos EUA. Quando isso acontece, em geral, a oportunidade é dada à atrizes e atores, principalmente àqueles que conseguiram furar a bolha de Hollywood.

Como é o caso de Rodrigo Santoro. Em dezembro do ano passado, o ator foi um dos convidados do Late night, de Seth Meyers, também da NBC, durante a divulgação da série Reprisal, da plataforma de streaming Hulu.
 Gisele Bündchen já é
Gisele Bündchen já é "pós-doutorada%u201D" no quesito %u201C"late shows". Para Jimmy Fallon, revelou como foi o primeiro encontro com Tom Brady, seu marido (foto: NBC/DIVULGAÇÃO)

AMENIDADES 
No programa, ele falou sobre amenidades de sua vida pessoal, como a reação de sua filha, Nina, de 2 anos, ao ver o pai com a barba cultivada para dar vida ao personagem da série. ''Ela amou. Ela enfiava giz de cera na minha barba, outras muitas coisas. Foi uma parte engraçada'', contou o ator. A menina é fruto do casamento de Santoro com Mel Fronckowiak. Os dois estão juntos desde 2016.

Além disso, o ator contou curiosidades de sua carreira. Para viver Xerxes I no filme 300 (2007), de Zack Snyder, ele disse que depilou o corpo inteiro. ''Tudo foi desafiador nesse papel. Tive que depilar o meu corpo inteiro. Fui nesse local de depilação e a moça perguntou 'Frio ou quente?'. Escolhi quente. Ela pegou aquele negócio e jogou no meu peito. Perguntei se ia doer, ela tirou e eu quase chorei. É muito doloroso. Foi a primeira e a última vez que me depilei'', contou Santoro, arrancando gargalhadas de Meyers e da plateia.
Wagner Moura arrancou risadas no The tonight show, comandado por Jimmy Fallon, ao falar da dificuldade que teve para se transformar em Pablo Escobar na série Narcos
Wagner Moura arrancou risadas no The tonight show, comandado por Jimmy Fallon, ao falar da dificuldade que teve para se transformar em Pablo Escobar na série Narcos

Humor e curiosidades dominam papos

Às vésperas de enfrentar atores hollywoodianos pelo troféu de melhor ator de série dramática no Globo de Ouro de 2016, Wagner Moura foi entrevistado por Jimmy Fallon, no The tonight show, apresentado por Jimmy Fallon na NBC. Bem humorado, o ator brasileiro arrancou risadas do apresentador ao falar da dificuldade que teve para se transformar em Pablo Escobar na série Narcos, da Netflix.

Na ocasião, o assunto veio à tona após Fallon dizer que Moura ''deve falar sempre'' o espanhol, idioma no qual atua na série. Aos risos, o ator negou. ''A ideia era fazer a série em inglês e eu pensei que seria difícil, mas eu podia falar em inglês com sotaque. Eu estava supermagro, com 18 quilos e não falava uma palavra de espanhol.''

O ator ainda contou um pouco do processo para aprender o idioma para atuar na série. ''Quando eles decidiram me contratar para fazer Pablo Escobar, eu pensei: 'Os caras estão loucos'. Então eu me mudei para Medellín, na Colômbia, para aprender espanhol. Me inscrevi em um curso de espanhol em uma faculdade. Estudei com japoneses, adolescentes. Me senti no colégio'', relembrou.

No dia seguinte, durante a cerimônia de entrega dos prêmios, o ator perdeu a categoria para Jon Hamm, que concorria pela atuação na série Mad men.

TOP MODEL 
Já Gisele Bündchen possui um currículo praticamente gabaritado no quesito “late shows”. De James Corden a Conan O'Brien, incluindo algumas passagens, no plural mesmo, pelo programa de Jimmy Fallon, a modelo já protagonizou entrevistas sobre sua carreira nas passarelas, ensinou a arte de desfilar e falou sobre seu lifestyle natureba.

Na última aparição no The tonight show, em 2018, à época do lançamento de sua autobiografia Aprendizados: Minha caminhada para uma vida com mais significado – no Brasil editada pela BestSeller –, Gisele lembrou o primeiro encontro que teve com o marido, o jogador de futebol americano Tom Brady.

''Quando vi aqueles olhos gentis, eu literalmente me apaixonei. Ele é tão fofo'', disse. Ela acrescentou que, na época, em 2006, os amigos a pressionavam para que arranjasse um namorado e ela entrou numa fase de ''encontro às escuras''. Brady era sua terceira vez em encontros desse tipo.
''Os anteriores foram jantares em que fiquei uma hora e meia só pensando quando poderia ir embora, mas o terceiro foi com o Tom e na hora eu concluí que não iria mais em nenhum outro.'' O encontro em questão foi em dezembro de 2006. Logo em seguida, os dois começaram a namorar e, em 2009, subiram ao altar.
Rodrigo Santoro
Rodrigo Santoro "furou"a bolha de Hollywood e foi convidado do Late night, de Seth Meyers. No programa, ele revelou que se depilou (com cera quente) para viver Xerxes I no filme 300

FERNANDONA 
Outra célebre brasileira que agraciou as noites dos norte-americanos foi Fernanda Montenegro. Consagrada tanto no cinema quanto no teatro e na TV, ela concorreu ao Oscar de melhor atriz em 1999 pela atuação em Central do Brasil (1998), de Walter Salles.

A indicação lhe rendeu um convite para aparecer no extinto talk show do apresentador David Letterman. Na ocasião, ela estava aparentemente nervosa por ter que conversar numa língua estrangeira, mas tirou de letra ao falar sobre o Brasil e o filme.

Em 2009, durante uma entrevista ao programa Irritando Fernanda Young, do GNT, Fernanda Montenegro revelou que, ao receber o convite, cogitou recusá-lo.

''Foi no mesmo dia que eu descobri a indicação. Alienadamente, sem conhecer aquele mundo, disse: 'Não, não vou, porque esse homem não me conhece, ele pode tirar um sarro de mim, o meu inglês é muito pobre, não vou ter jogo de cintura para responder na língua dele'', confessou.

Apesar disso, Fernandona divertiu plateia e o apresentador ao dizer que morava em Ipanema sendo, assim, ''a senhora de Ipanema'', em alusão à música de Vinícius de Moraes (1913-1980) e Tom Jobim (1927-1994). A atriz não levou o Oscar daquele ano, que ficou com Gwyneth Paltrow, por seu papel em Shakespeare apaixonado' (1999), de John Madden. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade