Publicidade

Estado de Minas CULT...

Janela de Dramaturgia começa com edição especial

Mostra, que este ano é batizada de Edição Manifesto, terá 10 artistas/coletivos convidados. Evento fomenta novos autores de teatro no Brasil, além de promover a leitura performática de textos teatrais inéditos


postado em 20/08/2019 04:00

(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)

Janela de Dramaturgia
Edição Manifesto

Começa nesta terça-feira (20), a edição especial da Janela de Dramaturgia, mostra anual de dramaturgia contemporânea que ocorre em BH desde 2012. Voltada para a divulgação e fomento de novos autores de teatro no Brasil, o evento promove a leitura performática de textos teatrais inéditos, seguida de bate-papo com os dramaturgos. A edição desse ano é batizada de Edição Manifesto. Dez artistas/coletivos foram convidados a escrever uma peça-manifesto, de tema e conteúdo livre, inspirados na ideia e forma de manifesto. Na abertura hoje, às 19h, na A Central – Praça Rui Barbosa, 104, Centro – os dramaturgos e curadores desta edição, Anderson Feliciano (foto) e Marina Viana, realizam a intervenção Dramaturgia de muro, com textos escritos em tempo real. Após a apresentação, haverá discotecagem do Dj Pelas. Entrada franca. A programação segue até dezembro. Informações: janeladedramaturgia.com ou @janeladedramaturgia.

Cultura inclusiva
Bate-papo

O músico e historiador Francisco Alemberg de Souza Lima, o Alemberg Quindins, participa de bate-papo nesta terça-feira, das 12h30 às 13h30, no programa Educativo do Memorial Vale – Praça da Liberdade, 640, Funcionários. Na conversa, Quindins falará sobre seu trabalho à frente da Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Kariri, em Nova Olinda, no Ceará. A instituição promove o desenvolvimento cultural de crianças, jovens e seus familiares. Entrada franca. Informações: (31) 3308-4000.

(foto: Flipoços/divulgação)
(foto: Flipoços/divulgação)


Sonora Brasil
Mulher na música

Com foco na mulher e em suas produções musicais, BH recebe a 22ª edição do Sonora Brasil, no Sesc Palladium – Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro. Os temas abordados serão Líricas femininas – A presença da mulher na música brasileira e A música dos povos originários do Brasil. Nesta terça-feira, será apresentado Líricas negras, às 20h. Já amanhã (21), também às 20h, é a vez de Deh Mussulini. A programação segue até domingo (25). Entre as artistas escolhidas estão Badi Assad (foto), Cátia de França, Gabriela Geluda e Rosa Reis. Ingressos: R$ 15 (inteira), R$ 12 (trabalhador do comércio) e R$ 6 (trabalhador do comércio – Sesc). Informações: (31) 3278-8100.

(foto: YVES ROUSGUISTO/Divulgação)
(foto: YVES ROUSGUISTO/Divulgação)


Musical
Franco-brasileiro

O musical Boum mon boeuf (foto), inspirado na lenda do Bumba meu boi, será apresentado nesta terça-feira (20), no Teatro de Bolso do Sesc Palladium – Avenida Augusto de Lima, 420, Centro. O espetáculo da Aliança Francesa mistura tradições nordestinas com a cultura francesa, em interpretações com humor e poesia. A produção do La Roda, grupo de músicos franco-brasileiros, mescla o clássico e o popular. Informações: (31) 3291-5187.

(foto: Miguel Aun/Divulgação)
(foto: Miguel Aun/Divulgação)


Cristina Marigo
O Jardim de minha mãe

O Jardim de minha mãe (foto), exposição individual da artista mineira Cristina Marigo, será aberta nesta terça-feira (20), no Centro Cultural Sesiminas – Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia. A mostra, que segue até 8 de setembro, retrata o jardim, tema recorrente nas artes; além da figura materna, a quem pertenceria o jardim-modelo das telas e desenhos presentes nesta mostra. Os trabalhos podem ser vistos de terça a domingo, das 9h às 19h. Informações: (31) 3241-7181.

(foto: Mariana Rettore/divulgação)
(foto: Mariana Rettore/divulgação)


Poesias dançantes
Paula Davis

O livro Poesias dançantes (editora Quixote+Do), de autoria da bailarina Paula Davis (foto), tem o seu pré-lançamento nesta terça-feira (20), às 19h, no Teatro Marília – Avenida Alfredo Balena, 586, Santa Efigênia –, dentro do projeto Terça na Dança. Durante o evento, a Compasso Academia de Dança fará um trecho do espetáculo Revê-lo, representando a trajetória da autora. Entrada franca. Informações: (31) 3277-4697.


Publicidade