Publicidade

Estado de Minas

Chega a Belo Horizonte a premiada peça 'Adeus, palhaços mortos'

Tragicomédia mostra artistas em fim de carreira às voltas com o desemprego. Montagem do grupo ADP está em cartaz sexta (16) e sábado (17) no Galpão Cine Horto, com entrada franca


postado em 16/08/2019 04:00

Adeus, palhaços mortos está em cartaz no Galpão Cine Horto(foto: Victor Iemini/divulgação)
Adeus, palhaços mortos está em cartaz no Galpão Cine Horto (foto: Victor Iemini/divulgação)


A resiliência do artista diante do implacável ciclo da vida é o tema da peça Adeus, palhaços mortos, que será apresentada nesta sexta-feira (16) e no sábado (17), com entrada franca, no Galpão Cine Horto.

Dirigido e adaptado por José Roberto Jardim, o texto do dramaturgo romeno Matei Visniec é encenado pelo premiado grupo paulista Academia de Palhaços (ADP), formado por Paula Hemsi, Laíza Dantas e Maurício Schneider.

Três palhaços se encontram em uma agência de empregos, mas só há vaga para um deles. “Os personagens se conheceram na juventude, são amigos do passado. A peça inteira fica com esses palhaços que se gostam muito, têm muito carinho um pelo outro, mas querem o emprego para si. Tem o lance do carinho, mas um quer passar a perna no outro para conseguir a tal vaga”, conta a atriz Paula Hemsi.

Visniec aborda o impasse enfrentado por artistas em fim de carreira. “Na verdade, é um drama ou uma tragicomédia. Não se trata de uma comédia rasgada, embora tenha muito humor. Um humor bastante ácido, irônico”, explica a atriz.

“Nossa montagem é bem tecnológica, o cenário traz videoprojeções, a trilha é eletroacústica. Propomos uma experiência sensorial que transita entre o abismo da morte e a devoção da vida voltada para a arte e que, portanto, mira a imortalidade”, diz Paula.

O espetáculo é sobre palhaços, mas eles são interpretados por atores. Por muitos anos, o grupo ADP pesquisou a palhaçaria e o circo-teatro. “Palhaços estão sempre em nosso trabalho, embora tenhamos enveredado para uma estética mais contemporânea”, esclarece a atriz.

Depois das sessões haverá bate-papo com o público. “Falaremos sobre o que a companhia desenvolveu nesses 12 anos de trabalho”, adianta Paula Hemsi. (AP)

ADEUS, PALHAÇOS MORTOS
Com Academia de Palhaços (ADP). Nesta sexta (16) e sábado (17), às 20h. Galpão Cine Horto, Rua Pitangui, 3.613, Horto, (31) 3481-5580. Entrada franca. Ingressos devem ser retirados com antecedência no site Sympla ou na bilheteria, a partir das 19h. Capacidade: 200 lugares.


Publicidade