Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Série 'Euphoria' choca ao expor a realidade cruel da adolescência

Sexo, drogas e violência fazem parte da rotina dos jovens personagens do seriado exibido pela HBO. Um grupo de vigilância da mídia dos EUA quer tirar a trama do ar


postado em 21/06/2019 04:08

Hunter Schafer é Jules, protagonista da cena que chocou os EUA(foto: HBO/divulgação)
Hunter Schafer é Jules, protagonista da cena que chocou os EUA (foto: HBO/divulgação)



– Estou nervosa – diz Jules.
– Não fique – aconselha
Papai Dominador.
– Promete que não é um
assassino em série? – afirma ela.
– Prometo.

No estacionamento de um motel de subúrbio, a jovem Jules, interpretada pela atriz, modelo e ativista transexual Hunter Schafer, demonstra alguma insegurança no contato por mensagem telefônica com um desconhecido, identificado como Papai Dominador (Eric Dane). Ela o conheceu em um aplicativo de paquera, antes de entrar no quarto dele. Ali ocorreu a cena mais polêmica da semana na TV mundial, logo no primeiro episódio de Euphoria, a nova série da HBO.


Jules entra, tem algum contato com o sujeito forte e mais velho. Ele rasga a meia-calça dela e a penetra de bruços. A cena – gravada com uma prótese de plástico, segundo Dane – mostra a ereção explícita do pai de família Cal. E também que o seriado não pretende pegar leve na temática que envolve adolescentes, sexo e drogas.


A protagonista é Rue (Zendaya). No primeiro episódio, a secundarista volta da clínica de reabilitação dizendo-se “sem a menor intenção de se manter limpa”. A estreia exibe sua rotina entorpecida e psicodélica, além da relação com os adolescentes da escola, todos inquietos em relação à sexualidade e ao consumo de drogas. Nesse processo, os caminhos de Rue e Jules se cruzam.


Com cenas chocantes, como a de Rue desacordada depois de uma overdose, Euphoria tem provocado polêmica. Um grupo de vigilância da mídia dos EUA fez petição para que a série saia do ar. No entanto, a HBO reforça que a atração não é indicada para menores de 18 anos. A própria Zendaya declarou em seu perfil no Instagram que ela se destina “à audiência madura”, defendendo a trama como “representação crua e honesta do vício, da ansiedade e das dificuldades de viver hoje em dia”.

 

EUPHORIA
. HBO
.  Domingo, às 23h

 

 

 


Publicidade