Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

helvécio carlos


postado em 17/06/2019 04:08

Nicolas Tomé del Prado e Simone Gonçalves Tomé com Sarah del Prado, Gustavo Azevedo Santos e Sofia Tomé del Prado(foto: Rafael LG Motta/Divulgação)
Nicolas Tomé del Prado e Simone Gonçalves Tomé com Sarah del Prado, Gustavo Azevedo Santos e Sofia Tomé del Prado (foto: Rafael LG Motta/Divulgação)

 

 

15 ANOs
CYBER GLAMOUR

O cenógrafo Alencar Ferreira esteve por trás de algumas das produções mais legais de aniversários de 15 anos em BH. Por isso, quando foi anunciado que ele e o videodesigner Bráulio Christi de Lima assinariam a festa de Sarah del Prado, a expectativa tomou conta do mercado. Afinal, só poderia sair coisa boa da cabeça da dupla. Alencar e Bráulio usaram
50 hologramas com imagens da aniversariante. Ousados, bolaram decoração sem nenhuma flor natural, buscando na tecnologia uma aliada para o cenário repleto de flores virtuais. O projeto incluiu 280 metros quadrados de LED. Outra surpresa: o Sua Sala foi transformado em boate. O conceito usado por Alencar se baseou no mundo cyber punk e, segundo ele, inaugurou o conceito cyber glamour na capital mineira.

 

NO CCBB
DISPUTA ACIRRADA

Dreamworks animation deve ocupar, a partir de hoje, o segundo lugar entre as exposições mais visitadas no CCBB, na Praça da Liberdade. Até segunda-feira passada, foram contabilizados 223 mil visitantes, contra os 235 mil de Raiz – Ai Weiwei, até então a vice-campeã na preferência popular. Como Dreamworks ficará em cartaz até o fim de julho, a expectativa é que passará o primeiro lugar conquistado pela australiana Patrícia Piccinini, que levou 312 mil pessoas ao espaço com sua ComCiência.

NA BOATE
AULÃO DE REVISÃO

Feriado para uns, hora de estudo para outros. Na quinta-feira, alunos da Salinha Bioquímica, curso pré-vestibular especializado em química e biologia, oferecerá aulão de revisão em uma boate, a Meetplease. Os alunos vão participar de competição, com direito a presentes como jaleco e estetoscópio profissional. Estudo publicado pela Universidade da Malásia mostra que o aprendizado fora de sala de aula pode aumentar a concentração e a satisfação dos estudantes. Como ninguém é de ferro, depois da aula tem festa com DJ.

 

AMIGOS DO BALEIA
FESTA NO MIX GARDEN

Os 75 anos do Hospital da Baleia serão comemorados em 22 de agosto, no Mix Garden. A banda Jota Quest vai animar a noite. O Baleia realiza 500 mil atendimentos por ano a pacientes de Belo Horizonte e de 82% dos municípios mineiros. Cerca de 80% são tratados via Sistema Único de Saúde (SUS). O hospital é referência estadual em oncologia adulta e pediátrica, ortopedia, pediatria, cirurgia buco-maxilo-facial, cirurgia-geral, nefrologia e urologia.

HYPNOTIC BRASS
DE VOLTA A BH

Formada por oito irmãos de Chicago, filhos do renomado trompetista de jazz Phil Cohran, a banda Hypnotic Brass Ensemble encantou BH em 2015, na festa I.N.C.R.Í.V.E.L, realizada no Espaço Even. Quarta-feira, os rapazes voltam à cidade para fazer show n’Autêntica. O repertório tem rap, funk, rock e, claro, muito jazz. Hypnotic vem trabalhando com Snoop Dogg, Femi Kuti e Wu Tang Clan, entre outros destaques da música americana.

 

CLUBE DA ESQUINA
NEY MATOGROSSO

Nos shows em BH da turnê Bloco na rua, Ney Matogrosso cantou duas pérolas do Clube da Esquina: Feira moderna (Fernando Brant, Lô Borges e Beto Guedes) e Coração civil (Fernando Brant e Milton Nascimento). O atualíssimo verso dessa última emocionou o público (“sem polícia/ nem a milícia/ nem feitiço/ cadê poder?”). Gravada por Bituca em Caçador de mim, disco de 1981, a canção surgiu depois de Brant voltar da Costa Rica. Admirado com o cenário político que viu por lá, fez a letra (“São José da Costa Rica, coração civil/ Me inspire no meu sonho de amor Brasil”) e convenceu o parceiro a musicá-la.

 

 


Publicidade