Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Mário Fontana


postado em 06/06/2019 04:07



Flash




OURO PRETO
Casa da Ópera


A Casa da Ópera de Ouro Preto, o teatro operístico mais antigo das Américas, inaugurado em 6 de junho de 1770, fruto do apogeu do ouro na antiga Villa Rica, está completando hoje 249 anos. É o teatro mais antigo do continente americano em pleno funcionamento. Aliás, falava-se que em 1770 Ouro Preto tinha população maior do que a de Nova York. Tendo passado, obviamente, por diversos processos de restauração, a Casa da Ópera nunca deixou de receber eventos artísticos. O empreiteiro João de Souza Lisboa, apaixonado por teatro, foi o autor da obra e a ergueu com seus próprios recursos. Lá, aproveitava para homenagear dom José Luis de Meneses Abranches Castelo Branco, conde de Valadares, governador da capitania de Minas Gerais, um nobre português de maus bofes. Por qualquer coisa mandava enforcar o cidadão. No mais, salve a Casa da Ópera!

RESTAURAÇÃO
Igrejinha da Pampulha

Há algum tempo a Prefeitura de BH anunciou que neste mês de junho ocorreria a conclusão definitiva das obras de restauração Igreja de São Francisco de Assis, a Igrejinha da Pampulha. Pois bem. Até agora, se a coluna não se engana, não houve nenhum anúncio oficial a respeito do encerramento dos trabalhos. Mas que o projeto vem sendo realizado com sucesso, isso é certo.

NO AC
Festa da Itália


Vai ser de grande porte o tradicional vin d’honneur comemorativo do Dia da República da Itália, a se realizar hoje no Automóvel Clube, anfitrionado pelo cônsul Dario Savarese. A previsão é de que o evento receba mais de 300 pessoas. No grupo de convivas, gente de destaque da colônia italiana, empresários peninsulares, figuras do corpo consular, mundo oficial e socialites. Encontro en tenue de ville no Salão Dourado, em horário diplomático, das 18h30 às 22h30.

AGÊNCIAS DE VIAGEM
Bancos desistem


A partir dos anos 1970, os bancos brasileiros criaram agências de turismo e mandaram brasa no mercado. No desenrolar dos fatos, acabaram verificando que, além de dar muito trabalho e complicações inesperadas, o ramo não compensava o esforço. Uma a uma, elas foram fechadas. No dia 30, a BB Tur, do Banco do Brasil, encerrará definitivamente suas atividades.

MUSEU MINEIRO
Merece uma visita


Pode-se afirmar, sem sombra de dúvida, que todas as salas e instalações do Museu Mineiro, dono do mais expressivo acervo sacro do barroco mineiro em uma instituição estatal, ficaram um brinco com os trabalhos de restauração lá realizados. Destaque para a sala que abriga a Coleção Geraldo Parreiras. No entanto, a média de visitantes continua pequena, face ao interesse que poderia despertar entre turistas e o público de uma cidade tão pobre em museus. A propósito, a estagnação do Museu de Arte da Pampulha permanece, mesmo depois de o conjunto arquitetônico da Pampulha ter sido decretado Patrimônio Mundial pela Unesco.

AVIAÇÃO
Fim do projeto?


O projeto Voe Minas Gerais, criado pelo ex-presidente da Codemge Marco Antonio Castelo Branco, destinado a ligar BH a oito cidades do interior mineiro por via aérea, deve ser extinto pelo governo do estado por estar dando prejuízo. Os voos são operados pela empresa Two Flex Aviação Inteligente, usando o avião monomotor Cessna Gran Caravan, para nove passageiros. No contrato feito com a Codemge, caso não houvesse 75% de aproveitamento de lugares, as despesas das operações seriam cobertas pela estatal. Portanto, voos subsidiados. Curiosamente, apesar de os voos ligarem a capital mineira a cidades prósperas, não houve aproveitamento total, embora linhas servissem a nove passageiros. É a sexta tentativa de criar aviação regional em Minas Gerais, estado maior do que a França.

FASCISMO
Centenário de nascimento


Registra-se hoje o centenário de nascimento da doutrina fascista, surgida com a publicação no jornal Il Popolo D’Italia do Manifesto Fascista, de autoria de Benito Mussolini. Foi passo inicial para a implantação do fascismo na Itália, em 1922, seguido pela criação do nazismo por Adolf Hitler, doutrina inspirada nos ditames adotados pela imaginação autocrática mussolínica, o que viria a provocar a maior conflagração bélica na Terra. Fascistas italianos pretendem comemorar o centenário na pequena cidade de Predappio, onde nasceu Mussolini.

DIAMANTINA
Casa de Juscelino


Serafim Jardim, ex-secretário particular de Juscelino Kubitschek, criador e mantenedor da Casa de Juscelino, em Diamantina, que foi transformada em museu, continua passando dificuldades para manter a instituição. Tem feito o possível e o impossível para levar adiante a missão. Com a crise econômica, o falecimento dos antigos juscelinistas, falta de apoio da prefeitura diamantinense e falta de verbas das estatais, ele tem comido o pão que o diabo amassou para pagar as contas. Mas tem confiança no futuro.

CATAR
Fotos de Sua Alteza


O senador Antonio Anastasia, que recentemente esteve em visita ao riquíssimo emirado do Catar, no Oriente Médio, onde será realizada a Copa do Mundo de 2022, ficou impressionado com a quantidade de fotos do governante do país, o emir Tamim bin Hamad al-Thani, espalhadas por todos os locais. Sua Alteza não perdoou nem mesmo no baralho. No lugar da efígie tradicional do rei nas cartas, ele colocou o seu retrato. Já no lugar do valete fez colocar a foto do príncipe herdeiro. Só não colocou foto no lugar da dama, pois tem mais de 80 mulheres. Poderia provocar uma ciumeira danada no harém.


Publicidade