Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

O SÚDITO QUER O REI, QUE NÃO ABRE MÃO DE APOIAR A RAINHA


postado em 17/05/2019 05:07

(foto: HBO/Divulgação)
(foto: HBO/Divulgação)

 

Lord Varys: “Dizem que sempre que nasce um Targaryen, os deuses jogam uma moeda e o mundo prende a respiração”.

Jon Snow: “Não sou muito de enigmas”.

Varys: “Sabemos o que ela está prestes a fazer”.

Snow:“A decisão cabe a ela. Ela é a nossa rainha”.

Varys: “Os homens decidem onde reside o poder, mesmo que não saibam”.

Snow: “O que você quer?”.

Varys: “O que eu sempre quis: o governante certo no trono de ferro. Ainda não sei qual é a face da moeda dela, mas tenho certeza de qual é a sua”.

Snow: “Eu não quero. Nunca quis”.

Varys: “Conheci mais reis e rainhas do que qualquer outra pessoa. Ouvi o que dizem às multidões e vi o que fazem nas sombras. Eu os ajudei em seus objetivos, ainda que tenebrosos, mas o que vou dizer agora é a verdade. Você vai governar bem e com sabedoria, enquanto ela...”.

Snow: “Ela é a minha rainha”.

Como nenhum em Westeros, o escorregadio Lord Varys (Conlett Hill) enxergou longe o que Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) estava prestes a fazer. Mas viveu pouco depois deste diálogo com Jon Snow (Kit Harington), que marcou o início do quinto (e penúltimo) episódio de Game of thrones. Depois da defesa quase cega por Dany, Snow assistiu, sem nada poder fazer, a Porto Real ser dizimada pelo fogo do dragão – e pela loucura de Daenerys. O embate final de Game of thrones será neste domingo (19), a partir das 22h, na HBO. Mas, depois da destruição total, será que ainda resta um trono de ferro? (MP)


Publicidade