Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Sinfônicas para todos...e sem mistério

Com objetivo de aproximar as pessoas da música clássica - e, ao mesmo tempo, desmitificá-la -, BH recebe dois concertos gratuitos nesta semana, com direito até a interação com os artistas


postado em 04/05/2019 05:11

Maestro Sérgio Gomes regerá
Maestro Sérgio Gomes regerá "concerto didático%" no Palácio das Artes. As três famílias da orquestra (metais e percussão; violinos e violoncelos; sopros) terão momentos separados de atuação (foto: Paulo Lacerda/Divulgação )



Ela pode ser erudita, mas também acessível para qualquer ouvido que se abra a apreciação da música em seu formato clássico. Nos próximos dias, dois concertos gratuitos na capital oferecem à população a oportunidade de não apenas experienciar sinfonias, mas conhecer mais sobre essas estruturas. Na segunda-feira (6), o auditório da reitoria da UFMG recebe a Sinfônica da Escola de Música com a primeira edição da Jornada Concertistas em Pauta. Na terça-feira (7), será a vez do Concerto Didático Famílias da Orquestra, realizado pela Sinfônica de Minas Gerais, no Palácio das Artes.

“Esses concertos da Sinfônica ao Meio Dia, realizados há algum tempo, já têm um conceito didático ao falar sobre obras e compositores. Nesse, especialmente, vamos ter uma abordagem de separar as seções da orquestra para que o público tenha conhecimento de como funciona e quais as características de cada um desses grupos que formam aquela grande sonoridade que uma orquestra tem”, explica o maestro Sérgio Gomes, que regerá o concerto no Grande Teatro, na terça-feira, ao meio dia.

O espetáculo apresentará cinco obras, incluindo composições de Lorenzo Fernandes, Aron Copland, Strauss e Elgar. A abertura terá Batuque, de Lorenzo Fernandez, executada pela totalidade da orquestra. “É uma música bem forte, que mostra a potência coletiva da orquestra”, diz o maestro. Em seguida, cada uma das três famílias terá seu momento particular. Primeiro, o naipe de metais e percussão com Fanfarra para um homem comum, de Copland. Depois, o momento é dos instrumentos de sopro de madeira, com Serenata para Instrumentos de Sopro. Por último, Serenata para cordas, de Edward Elgar será tocada pelos violinos, violoncelos e demais dessa família.

O encerramento será com as variações VIII e IX da obra Enigma, também composta por Elgar, novamente com todas as famílias em conjunto, mostrando os contrastes entre cada uma. “Ao contrário da primeira, essa é mostra muito mais da sonoridade do que exuberância”, descreve Sérgio Gomes. O regente adianta que “o público terá a sensação de ver cada uma das famílias no devido momento”. “Vamos percebendo como os compositores abordam esses instrumentos e os utilizam para atingir a sonoridade”, acrescenta.

Sérgio Gomes ainda destaca o caráter elucidativo da proposta. “Mais didático que isso, só se apresentássemos cada instrumento individualmente. Mas para isso não teríamos tempo”, diz ele. Além disso, a ideia do projeto Sinfônica ao Meio Dia é justamente aproximar o público da música clássica, independente do grau de familiaridade.

“Nessa apresentação não há aquela formalidade tradicional da orquestra. Sempre falamos sobre os autores e sobre as obras em questão. Isso permite ao público entender como tudo funciona. Nesse concerto, especificamente, vamos fazer ainda mais ao detalhar cada família. Permitirá a quem nunca foi a um concerto entender melhor, e melhorar ainda mais a qualidade da experiência de quem é cativo”, argumenta.

ESPECIALISTAS Outra iniciativa que pretende ampliar o acesso à música erudita acontece na segunda-feira, destacando musicistas que se especializaram em dominar um instrumento específico. Será a primeira edição da jornada Concertinas em Pauta, promovida pela Sinfônica da Escola de Música da UFMG. O concerto pretende inspirar admiradores da música a partir da apresentação de um instrumento diferente a cada edição e um momento de conversa com o público.

“A ideia é desmistificar a carreira de solista e incentivar novos estudantes de música a embarcar no estudo de um instrumento, visando uma carreira de solista. Além dos aspirantes, também queremos nos aproximar do público em geral, com a possibilidade de um bate-papo informal com o solista convidado de cada edição. Além da apresentação musical, será um momento de diálogo aberto, onde ele poderá falar sobre sua carreira, formação e o que mais interessar ao público”, define a maestrina Iara Fricke Matte, regente da Sinfônica da UFMG. Ela ainda destaca que o concerto gratuito é uma forma da universidade pública “retribuir a sociedade”.

Na estreia, a convidada será a violoncelista norte-americana e professora da Escola de Música da UFMG Elise Pittenger, executando o Concerto no. 1 para violoncelo, de Camille Saint-Säens. Segunda ela, “trata-se de uma peça muito acessível, mesmo para um público mais leigo” “É uma obra muito bonita, não é longa, tem partes românticas, muitas cores, como é característico das obras francesas. É cativante para o público”, afirma a musicista que já fez parte da Filarmônica de Minas Gerais.

BATE-PAPO Ao final da apresentação, Pittenger terá um momento de conversa com o público presente, que poderá fazer perguntas. “Vamos falar sobre como é ensaiar, tocar, se preparar, sobre a rotina da vida de um músico profissional em geral. É um é um projeto muito legal porque a universidade é feita para o público em geral, assim como tudo que nós musicistas produzimos. Às vezes falta esse contato, mas ele é muito importante”, defende Elise. Outras quatro edições da jornada estão agendadas até o final de 2019. A programação pode ser vista em www.musica.ufmg.br.



SINFÔNICA DA ESCOLA DE MÚSICA DA UFMG APRESENTA CONCERTISTAS EM PAUTA
Segunda-feira (6), 19h, no Auditório da Reitoria da UFMG (Av. Antônio Carlos, 6627, campus Pampulha). Entrada gratuita. Mais informações: (31) 3409-4718.

SINFÔNICA AO MEIO-DIA APRESENTA CONCERTO DIDÁTICO FAMÍLIAS DA ORQUESTRA
Terça-feira (7), às 12h, no Grande Teatro do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro). Entrada gratuita. Mais informações: (31) 3236-7400.


Publicidade