Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Festival literário em Poços tenta estreitar os laços com países do continente

Festival internacional em Poços de Caldas tenta estreitar laços com países vizinhos e terá uruguaio e colombiano para lançamentos e debates. Europa escala portugueses


postado em 27/04/2019 05:13

(foto: Luis Tripoli/divulgacao)
(foto: Luis Tripoli/divulgacao)


Valorizar e despertar o interesse pelos nossos vizinhos de continente. Essa é a tônica da 14ª edição do Flipoços – Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, que começa hoje e vai até 5 de maio nessa cidade do Sul de Minas. Serão oferecidas mais de 100 atividades – de palestras a lançamentos, feira de livros e mesa-redonda. A temática deste ano é justamente Literatura sem fronteiras. O patrono é o professor, escritor, crítico literário e intelectual Jorge Schwartz, considerado um dos maiores especialistas em literatura latino-americana no Brasil. “Apesar de tão próximos, não conhecemos muito dos nossos vizinhos de chão, como eu costumo dizer. A ideia é promover esse encontro não só entre os autores, mas entre o público, para entender e conhecer um pouco mais da nossa formação cultural”, ressalta a curadora e organizadora do festival, Gisele Corrêa Ferreira.

Escritores de países como Uruguai e Colômbia estarão presentes, como o ex-prefeito de Medellín Alonso Salazar, que é escritor e está lançando a biografia Pablo Escobar – Ascensão e queda do grande traficante de drogas. “É a primeira vez que o Alonso vem ao Brasil. Ele vem participar de uma mesa sobre a abordagem do narcotráfico pelo jornalismo literário e vai ainda relatar seu trabalho social com jovens e crianças, que afastou muitos deles do tráfico de drogas e da violência”, comenta Gisele.

Outra mesa que aborda a latinidade é Autores sem fronteiras entre o Brasil e América Latina, com os autores uruguaios Gabriela Aguerre e Fernando Villalba. Fernando, que mora entre Uruguai, Brasil e Espanha, divide mesa com Gabriela, que nasceu em Montevidéu, mas vive no Brasil e acaba de lançar seu primeiro romance, O quarto branco.

O Flipoços vai promover também um encontro inédito. Os jornalistas Fernando Gabeira e Nelson Motta vão bater um papo descontraído sobre “50 anos de sexo, drogas e política” e prometem relembrar o trabalho em conjunto nas redações dos jornais, as loucuras, a boemia, a cumplicidade e a amizade de anos. “Apesar de serem amigos há tanto tempo, eles nunca participaram de um evento assim juntos. Vai ser algo histórico e um deleite para o público. Certamente será um dos grandes momentos desta edição”, celebra a curadora.

A valorização da língua portuguesa e o intercâmbio cultural com “a terrinha” são uma das tradições do Flipoços e segue assim em 2019. Representantes dos principais festivais literários de Portugal e do Brasil estarão presentes, além de autores portugueses, como a poetisa e atriz Ana Pracaschandra, a escritora e curadora Ana Filomena Amaral, e a jornalista e escritora Alexandra Lucas Coelho, que fará lançamento nacional do livro Deus-dará. Outros escritores, como os brasileiros Mary Del Priore, Eucanaã Ferraz, Elisa Lucinda, Pedro Gontijo e Evandro Affonso Ferreira, também vão aproveitar para lançar obras inéditas nesta edição.

DIVERSIDADE

O Flipoços abre o calendário das festas literárias no Brasil, o que Gisele Ferreira considera uma honra. Para ela, o grande diferencial do festival é sua programação eclética e de vanguarda que sempre procura atender a todo tipo de público. “A gente foca em todos os gêneros literários, todas as faixas etárias e classes sociais. O evento tem crescido a cada ano não só em números, mas em conteúdo e qualidade. Procuramos organizar com muita antecedência justamente para oferecer esse cardápio tão variado. Não queremos que seja um festival qualquer, mas compromissado com o pensamento, com o diálogo, com a informação, com o conhecimento, com o enriquecimento pessoal e cultural dos frequentadores”, frisa.

Programe-se
14º Festival Literário Internacional de Poços de Caldas (Flipoços). De hoje a 5 de maio, no Espaço Cultural da Urca (Praça Getúlio Vargas, s/nº, Centro. Poços de Caldas). Informações e programação completa: www.flipocos.com e pelo telefone (35) 3697-1551. Evento gratuito.




Publicidade