Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

cult...


postado em 06/03/2019 05:03

(foto: Marco Antônio Gonçalves/divulgação)
(foto: Marco Antônio Gonçalves/divulgação)

CONGONHAS
MAKELY KA


O cantor e compositor Makely Ka (foto) dedicou sua nova canção, Comutação de promessas, à história de fé e devoção presente no Museu de Congonhas e na Cidade dos Profetas. A inspiração surgiu na visita feita por ele ao local, em 2018. Impressionado com os ex-votos expostos ali, Makely destaca “a força das mulheres peregrinas, das costureiras e da exposição sobre a lama de Mariana em cartaz no subsolo”. A cantora Maísa Moura e o violinista gravaram Comutação de promessas com Makely. A música pode ser ouvida no link https://vimeo.com/307048280

FILARMÔNICA
BALÉS EM DESTAQUE


O projeto Fora de série, da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, promove o primeiro concerto deste ano no sábado, às 18h, na Sala Minas Gerais. A proposta é explorar a conexão da música com outras manifestações humanas. A dança será a estrela desta semana, com a interpretação das peças para balé A Bela Adormecida, suíte, op. 66a, de Tchaikovsky; Rodeio: quatro episódios de dança, de Copland; Danças africanas, de Villa-Lobos; e Danças de Estância, op. 8a, de Ginastera. A regência é do maestro Marcos Arakaki (foto). A inteira custa R$ 46 (coro), R$ 52 (balcão palco e mezanino), R$ 70 (balcão lateral), R$ 96 (plateia central) e R$ 120 (balcão principal), com meia-entrada na forma da lei. Informações: (31) 3219-9000 e www.filarmonica.art.br


FLIPOÇOS
BADI ASSAD


A cantora, compositora e escritora Badi Assad (foto) será uma das atrações do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas (Flipoços), que será realizado em maio, na estância hidromineral no Sul de Minas. No dia 4, ela vai autografar o livro Volta ao mundo em 80 artistas, bater papo com o público e fazer show com entrada franca.

***

“Meu olhar é curioso no sentido de buscar a origem de onde esses artistas vieram”, conta Badi Assad, revelando ter mergulhado “nas infâncias, geografias e curiosas sincronicidades” dos 80 criadores. Entre eles estão Elza Soares, Marlui Miranda, Ney Matogrosso, Egberto Gismonti, Sting e David Garrett. O cantor e compositor Chico Cesar assina o prefácio do livro.

MUSEUS
FUNDO DE DEFESA


O Ministério Público Federal divulgou nota técnica para orientar os museus a usarem recursos do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDD) como fonte de financiamento de projetos contra incêndio nas instalações físicas dos acervos. O documento, produzido pela Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (4CCR), sugere que as instituições elaborem propostas de trabalho para serem submetidas à aprovação do Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos (CFDD).
***

“Riquíssimos acervos materiais históricos, arqueológicos, científicos e bibliográficos brasileiros estão sujeitos a perdas incalculáveis em razão da fragilidade do aparato de segurança frente aos riscos materiais das instituições museiais”, alerta o Ministério Público, destacando “a escassez de recursos nos museus para corrigir as vulnerabilidades dos sistemas de segurança”. Em setembro, o fogo destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, um dos mais importantes do país. Nesse contexto, o Fundo de Defesa dos Direitos Difusos surge como fonte possível de financiamento. Ele é constituído por verbas de condenações judiciais, multas e indenizações.

***
A Lei Orçamentária de 2019 prevê R$ 714 milhões a serem utilizados pelo fundo. As instituições deverão enviar propostas ao conselho entre 17 de setembro e 17 de outubro para ter acesso aos recursos em 2020. Informações sobre o fundo e o envio de projetos podem ser acessadas no endereço eletrônico justiça.gov


Publicidade