Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Roteiristas premiam longa que não foi indicado ao Oscar


postado em 19/02/2019 05:07

Oitava série, filme de Bo Burnham sobre adolescente tímida, está inédito no Brasil e não entrou na disputa pela estatueta (foto: SONY PICTURES/DIVULGAÇÃO)
Oitava série, filme de Bo Burnham sobre adolescente tímida, está inédito no Brasil e não entrou na disputa pela estatueta (foto: SONY PICTURES/DIVULGAÇÃO)


Oitava série, filme sobre uma adolescente introvertida e sua experiência na escola, venceu no domingo (17) o prêmio do WGA, o Sindicato dos Roteiristas dos Estados Unidos, uma semana antes da cerimônia do Oscar. O filme do diretor estreante Bo Burnham recebeu o prêmio na categoria roteiro original, superando Green Book: O guia, Vice, Roma – roteiros também indicados ao Oscar – e Um lugar silencioso, outro que ficou fora da disputa pela estatueta da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

Burnham também venceu no início do mês o prêmio de melhor diretor estreante dado pelo Sindicato dos Diretores (DGA). Na categoria roteiro adaptado, outra surpresa: Poderia me Perdoar?, escrito por Nicole Holofcener e Jeff Whitty, foi o vencedor. Holofcener e Whitty, também indicados ao Oscar, superaram Infiltrado na Klan, Nasce uma estrela e Se a Rua Beale falasse – também aspirantes ao prêmio da Academia – e Pantera Negra.

O melhor roteiro de documentário foi para Bathtubs over Broadway. Ozzy Inguanzo e Dava Whisenant venceram por sua crônica sobre o roteirista do programa Late Show with David Letterman Steve Young e seu fascínio sobre os musicais corporativos, produzidos apenas para os funcionários de empresa.

Nas séries de TV, The Americans (FX) triunfou na categoria drama, enquanto The marvelous Mrs Maisel (Amazon) venceu entre as comédias e Barry (HBO) venceu na categoria melhor série nova.

O prêmio do WGA não é considerado tão confiável para prever os vencedores do Oscar, pois os membros do Sindicato do Roteiristas só podem indicar produções que seguem as regras do WGA. (AFP)


Publicidade