Publicidade

Estado de Minas

Paciente mais bem assistido


postado em 03/08/2019 04:06

Feluma apresenta projeto de telemedicina em conferência internacional: Gisele Jünger, coordenadora Da Vinci, Fernando Vasconcellos, cirurgião-geral, Érika Sousa, acadêmica de enfermagem, José Eduardo Távora, diretor técnico de cirurgia robótica, Alda Felicori, supervisora de enfermagem e Wilson Eustáquio, coordenador de ginecologia(foto: Comunicação Feluma/Divulgação)
Feluma apresenta projeto de telemedicina em conferência internacional: Gisele Jünger, coordenadora Da Vinci, Fernando Vasconcellos, cirurgião-geral, Érika Sousa, acadêmica de enfermagem, José Eduardo Távora, diretor técnico de cirurgia robótica, Alda Felicori, supervisora de enfermagem e Wilson Eustáquio, coordenador de ginecologia (foto: Comunicação Feluma/Divulgação)
A Fundação Educacional Lucas Machado (Feluma), por meio do Instituto de Cirurgia Robótica Ciências Médicas, participa, nos dias 12 e 13 deste mês, em Roma, na Itália, da 7ª Conferência Internacional em Informática Médica e Telemedicina. O evento, que reúne pesquisadores de informática médica e profissionais de mais de 40 países, traz este ano o tema “Tecnologias de informação inovadoras para a melhoria da assistência ao paciente”.
 
O projeto de telemedicina da Feluma começou a ser desenvolvido pela Instituição em 2016, com a implantação das plataformas de cirurgia robótica nos hospitais parceiros Felício Rocho, HVC e Hospital Vila da Serra, programa pioneiro e de comprovado sucesso em Minas Gerais, que já realizou mais de 1.100 procedimentos.
 
Dentro do projeto também estão sendo desenvolvidos aplicativos e plataformas on-line que vão permitir aos profissionais de saúde, que trabalham longe dos grandes centros, a troca de informações com outros colegas e peritos em diferentes áreas da medicina.
Os estudos passam ainda pela inteligência artificial, que vai ajudar o médico nos possíveis diagnósticos em consulta feita pela plataforma, garantindo maior acesso aos pacientes, bem como otimizando o tempo do médico, proporcionado maior assertividade no diagnóstico e na conduta do tratamento.

PIONEIRISMO Os participantes do evento também vão conhecer, dentro desse projeto de telemedicina da Feluma, um trabalho pioneiro no Brasil e na América Latina no processo de ensino e aprendizagem, desenvolvido por outras duas instituições ligadas à fundação. A Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais oferece aos graduandos de medicina disciplina optativa em cirurgia robótica e também, nesta área, a pós-graduação ciências médicas, que treina cirurgiões de todo o país.
 
A participação da Feluma na 7ª Conferência Internacional é uma oportunidade de troca de experiências e aprimoramento no campo da tecnologia educacional e formação em saúde. Representando a Feluma, estarão presentes os professores e cirurgiões robóticos José Eduardo Távora e Fernando Vasconcellos Santos, a professora Lamara Laguardia Valente Rocha e o coordenador do Núcleo de Inovação, professor Paulo Roberto Alves Gentil, que vão ministrar palestra sobre o projeto.


Publicidade