Publicidade

Estado de Minas conta-gotas

Combate às estrias


30/08/2020 04:00 - atualizado 28/08/2020 14:17


(foto: Instituto Vita Forma/Reprodução)
(foto: Instituto Vita Forma/Reprodução)


As estrias atingem 70% das mulheres na adolescência e 40% dos homens na mesma idade. Segundo a Academia Americana de Dermatologia (AAD), 90% das mulheres após o sexto ou sétimo mês de gravidez também apresentam estrias. De acordo com Aline Caniçais, fisioterapeuta dermatofuncional da HTM Eletrônica, as marcas são rompimentos das fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele, formada por colágeno e elastina. Segundo a especialista, o tratamento pode começar em casa, com cuidados diários na hidratação da pele, sendo o meio mais eficaz de prevenir e amenizar as estrias. "Mas, quando a patologia já está instaurada, é preciso combatê-la com tratamentos estéticos, como a carboxiterapia e a vacuoterapia", esclarece. O procedimento de carboxiterapia é método invasivo que, por meio de uma pequena agulha, realiza a infusão subcutânea do gás carbônico (CO²). Já a vacuoterapia também pode ser utilizada em tratamentos para atenuar os quadros de celulite, gordura localizada e as estrias.




Como tratar a micose  de unha sem complicações
 
(foto: Markable Comunicação/Divulgação)
(foto: Markable Comunicação/Divulgação)
 
Entre as doenças causadas por fungos, uma das mais frequentes em humanos é a micose. “É uma doença comum, mas que tem tratamento”, comenta a dermatologista Shirley Nogueira, integrante da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). O fungo alimenta-se da proteína formadora das unhas, a queratina, sendo mais frequente nas unhas dos pés, por ficarem cobertas e num ambiente úmido, favorável à formação da doença. Entretanto, ela também pode atingir as mãos. Shirley alerta para o problema da micose. “Se não tratada, ela expõe aquela região a agentes causadores de outras doenças infecciosas.” Para evitar o agravamento do quadro micótico, deve-se iniciar o tratamento com medicamentos antifúngicos, ministrados via oral ou disponíveis para uso tópico em formato de creme, esmalte e solução, o quanto antes. “É importante destacar que o tratamento ideal é recomendado por um dermatologista”, afirma a médica.
Markable Comunicação/Divulgação




Envelhecimento em ritmo acelerado
 
O estresse crônico, além de aumentar o risco de problemas cardiovasculares, como hipertensão e infarto, e afetar o sistema imunológico, traz efeitos negativos na pele. O hormônio do estresse causa atrofia cutânea, diminuição do número de fibroblastos, colágeno e elastina e também está associado ao aparecimento de rugas. Ana Carolina Chociai, cirurgiã plástica que atua na área de rejuvenescimento facial, explica que os fibroblastos são as células responsáveis pela síntese de colágeno, proteína que confere elasticidade aos tecidos. Segundo ela, as pálpebras são as áreas mais afetadas do rosto, devido à sua anatomia, já que a pele mais fina do corpo está na pálpebra. Fique atento aos cinco sinais que demonstram que sua pele precisa de uma atenção especial:

» Manchas de sol aos 20/30 anos no rosto
» Rugas ao longo das bochechas
» Pescoço irritável e flácido
» Pele mais sensível que o habitual
 
 
 
Detox com açaí
 
 
(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)
A quarentena alterou a rotina de muitos brasileiros, inclusive a alimentação. Após quatro meses de quarentena, é preciso repensar os hábitos alimentares para que não se tornem problemas de saúde. Com o objetivo de ajudar os interessados a retomarem uma alimentação mais saudável, Andrea Takayama, nutricionista da Oakberry, listou os principais motivos para se consumir açaí. Confira:

»  Adeus intestino preso
O açaí é rico em fibra e pode ajudar a melhorar o funcionamento do intestino, visto que é esse um dos papéis das fibras, acelerando o trânsito intestinal, prevenindo a constipação e aumentando o volume e maciez das fezes.

»  Colesterol lá embaixo
O açaí puro contribui para a diminuição do colesterol ruim. Nesse caso, as fibras assumem outro papel, o de regulador da colesterolemia. As fibras têm a capacidade de aumentar a excreção de ácidos biliares e modificar a absorção de lipídio, diminuindo a absorção de colesterol. Além disso, a composição do açaí conta com as gorduras boas como Ômega 6 e 9 que são capazes de controlar o colesterol e aumentar o colesterol bom.

» Ajuda a emagrecer
Quando associado a uma alimentação saudável, o açaí pode ser um bom aliado para o emagrecimento, pois, em sua composição, tem diversos nutrientes que ajudam no emagrecimento, como antioxidantes, fibras, e gorduras boas.


COVID-19: ansiedade, depressão e insônia
(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)
 
Antes de decretar a pandemia, a Organização Mundial da Saúde já classificava toda a situação como uma infodemia. Em outras palavras, a abundância de vídeos, textos, gráficos, ilustrações e áudios, sejam eles verdadeiros ou não, dificulta o entendimento das orientações e gera uma crise de confiança entre a população. Das duas, uma: ou você fica totalmente paranoico ou passa a duvidar de tudo que brota na tela do seu celular. Uma coisa é certa: em função do isolamento social, da pressão cotidiana e, também, da crise financeira, as pessoas acabam desenvolvendo transtornos físicos e mentais. Para evitar maiores danos à saúde, é preciso manter uma rotina. Além disso, o sol pode ser um importante aliado, bem como os exercícios físicos e a boa alimentação. Existem no mercado, de acordo com um dos sócios da Gobrain Brasil, Bruno Motti, suplementos aprovados para o cérebro que ajudam na resiliência mental, auxiliando na melhora cognitiva, no foco, na memória, no raciocínio e, consequentemente, na produtividade diária.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade