Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas REPORTAGEM DE CAPA

Corpo em forma: a dura volta à rotina depois da folia

Alimentos ricos em fibras são aliados na recuperação pós-carnaval. Bebida energética no lanche da tarde é indicada. Para arrematar, nada melhor que dormir bem


postado em 01/03/2020 06:00 / atualizado em 01/03/2020 08:01

Rodrigo Magalhães(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press )
Rodrigo Magalhães (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press )
O músico Rodrigo Magalhães, mais conhecido como Boi, é um trabalhador do carnaval em BH. De 2013 para cá, vem participando de muitos blocos, ou como integrante ou para simplesmente se divertir, além da agenda de shows nessa época. Com tanta intensidade, ele diz que a primeira coisa que faz depois da folia é tirar alguns dias para viajar e relaxar. Já aconteceu de sair de casa às 5h da madrugada e só voltar com o outro dia nascendo. “O batidão é forte, é tudo muito intenso. No fim, estou completamente destruído, com dor muscular, cansaço, ressaca”, conta.
Como antídoto nesse período, a nutricionista coordenadora de projetos na E4 Agência, especializada no ramo de nutrição, Fernanda Seiffer, sugere um cardápio com uma lista detox ideal para os dias após a folia, fonte de energia e auxílio importante para retomar a rotina.

O suco verde (couve, hortelã, limão, água de coco e abacaxi) é uma boa ideia para o café da manhã. Sopa de abóbora, gengibre e couve refogada com azeite de oliva extravirgem são exemplos de alimentos leves para o jantar. No almoço, que deve ser balanceado, uma boa pedida é consumir alimentos de origem vegetal, ricos em fibras e fitoquímicos que reforçam a harmonia corporal, como saladas, legumes assados e quinoa. No lanche da tarde, a dica é ingerir uma bebida energética sem açúcar.

Já a nutricionista Letícia Viana Pires Amaral observa que as toxinas não estão presentes apenas nos alimentos, mas também no ar poluído, nos medicamentos, álcool, corantes alimentícios, aditivos químicos e até nos cosméticos. “O excesso faz com que esses problemas aumentem”, salienta.

A lista detox, explica, consiste de frutas, verduras, legumes (orgânicos, se possível), oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), cereais (arroz integral, quinoa, amaranto), leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico), sementes (linhaça, semente de abóbora, semente de girassol) e muito líquido (água mineral, chás, água de coco). E sempre utilizar temperos naturais como alho, cebola, alecrim, gengibre, curry e ervas frescas.

“A desintoxicação é individual e depende de cada organismo e metabolismo, que se comportam de uma forma diferente. Com uma semana, é possível notar diferença na disposição para realização de atividades cotidianas. E com um mês já é possível ver a diferença no peso corporal”, elucida.
 
'Há quem prefira ficar mais recluso. Volto para a rotina de trabalho, e tento seguir tudo à risca para o corpo não sentir tanto os exageros', Edu Ruas, supervisor de Recursos Humanos, vocalista de bloco em BH(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press )
'Há quem prefira ficar mais recluso. Volto para a rotina de trabalho, e tento seguir tudo à risca para o corpo não sentir tanto os exageros', Edu Ruas, supervisor de Recursos Humanos, vocalista de bloco em BH (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press )

Edu Ruas é supervisor de Recursos Humanos. Vocalista de um bloco em BH, também é convidado em outros grupos. Na cidade, é folião de carteirinha desde 2011 e a partir de 2016 entrou para o trabalho com os bloquinhos.

Após a maratona da maior festa das ruas, Edu procura manter uma rotina regular de sono, evita esforço vocal, retoma gradativamente a alimentação normal. “A preocupação é pela sequência de dias sob muito sol, a gente come mal, as coisas da pele. Há quem prefira ficar mais recluso. Volto para a rotina de trabalho, e tento seguir tudo à risca para o corpo não sentir tanto os exageros”, diz. 

Palavra de especialista
Viridiana Colombini, dermatologista do Hospital
Padre Bento (SP)

Descanso para a pele

“Para um detox da pele pós-carnaval, é essencial cuidar da alimentação, aumentando a ingestão de frutas, verduras, legumes e água, entre dois a dois litros e meio diários nessa fase. É indicado remover totalmente a maquiagem, depois lavar o rosto com água morna, que dilata os poros e facilita a limpeza e, em seguida, usar um creme esfoliante que tira os excessos de impurezas e resíduos. O uso do filtro solar e hidratantes também deve continuar. É muito importante dormir bem, ter boas noites de sono até restabelecer o ritmo circadiano normal, o que traz uma melhora para a pele.”


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade