Publicidade

Estado de Minas CONTA-GOTAS

Qual esmalte usar no ano-novo?


postado em 22/12/2019 04:00

 (foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press %u2013 13/1/12)
(foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press %u2013 13/1/12)


Algumas cores estão sempre em alta e para as festas de fim de ano, além de investir em opções brilhantes e sofisticadas vale a pena conferir o significado de cada cor para renovar as energias e começar o novo ano com tudo. De acordo com a Esmaltes Dote, o vermelho é uma cor quente e emocionalmente intensa, por isso significa a cor do amor e da paixão. Se você deseja viver um romance em 2020, não deixe de apostar nessa tonalidade. O azul, além de ser a cor pantone de 2020, representa a serenidade e harmonia. Então, se você deseja passar o próximo ano tranquila, invista nele. O roxo e o lilás geralmente estão ligados à intuição e espiritualidade, são as cor ideais para quem busca respostas no ano que se inicia e deseja descobrir o melhor caminho para seguir. Já a cor preta é associada à independência e elegância. Por isso, se você deseja se desprender de algo, o pretinho básico está mais do que liberado. O rosa é, por si só, uma tonalidade romântica que representa suavidade, pureza e delicadeza. Para muitos supersticiosos, representa o amor-próprio e a autoestima. Tons laranjas são vibrantes e descolados, despertando criatividade e alegria. O tradicional branco está associado à paz, pureza e harmonia, além de ser uma cor muito indicada para quem quer renovar as energias.



Como evitar inflamação na gengiva?
Conhecida como gengivite, a inflamação na gengiva é uma doença que afeta as estruturas adjacentes aos dentes, sendo uma das principais causas da perda dentária. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que 90% da população mundial tenha problemas com inflamação na gengiva, geralmente ocasionados pela má escovação. Por isso, o ortodontista Fábio Bibancos, consultor da GUM, marca americana de cuidado bucal, explica as causas e consequências da doença, além de dar dicas para evitá-la. “Um dos fatores responsáveis por essa inflamação é a concentração de placa bacteriana que se forma quando restos de alimentos se acumulam no dente, que por sua vez estão em contato com a gengiva”, explica. Além disso, a doença tem diferentes graus de gravidade. Os sinais mais comuns para identificar uma inflamação na gengiva são as mucosas sensíveis e fortemente avermelhadas, sangramentos ao escovar os dentes ou passar o fio dental, dentes frágeis e com pouca sustentação e mau hálito. Para evitar a doença, o ortodontista indica atenção redobrada aos hábitos de higiene bucal, com escovação três vezes ao dia, uso do fio dental diariamente ou palitos interdentais e enxaguante bucal.
 
 
 
(foto: Hipertexto Comunicação/divulgação)
(foto: Hipertexto Comunicação/divulgação)
 
6 mitos sobre o uso do protetor solar
Os raios solares podem ser nocivos à nossa pele. Além das queimaduras, eles agem acelerando o aparecimento dos sinais do envelhecimento (rugas e manchas) e contribuem para o surgimento do câncer de pele. Por essas razões, os especialistas são unânimes em afirmar que os filtros solares devem ser aplicados diariamente. Porém, existem muitas dúvidas e mitos em relação aos filtros solares:

Mito 1: Pessoas com pele escura não precisam de filtro solar 
Mesmo as peles mais escuras estão sujeitas a queimaduras, ao envelhecimento prematuro ou ao desenvolvimento de câncer de pele se ficarem desprotegidas. Portanto, não importa se sua pele é escura ou clara, o filtro solar é imprescindível para todos e deve ser usado diariamente.

Mito 2: Não é preciso usar protetor solar se a maquiagem tiver FPS
Apesar de muitos tipos de maquiagem terem FPS, como base, blush e pós-bronzeadores, sua proteção não é suficiente. Fora que alguns produtos são aplicados de maneira desigual. Embora seja um benefício adicional, é muito importante usar protetor solar antes da maquiagem.

Mito 3: Não é preciso reaplicar o filtro solar "à prova d'água"
Mesmo os protetores "resistentes à água" devem ser reaplicados duas horas após o primeiro uso ou logo após o banho de piscina ou suor em excesso.

Mito 4: Você só precisa de protetor solar em certas áreas do corpo
O protetor solar deve ser aplicado em toda a pele exposta. Isso inclui pés, orelhas, colo, ombros, costas, braços, pernas e pescoço.

Mito 5: Os protetores solares para adultos não são tão efetivos quanto os infantis
Os protetores solares contêm os mesmos ingredientes ativos, sejam eles para crianças ou adultos, portanto, a proteção é a mesma. A diferença é que os protetores infantis são formulados para uma pele mais sensível, por isso podem ser livres de fragrâncias, produtos químicos, parabenos, além de evitar ardência nos olhos.

Mito 6: O protetor solar não vence
Se você tiver um resto de protetor solar que venceu, jogue-o fora. Seus componentes 
perdem a eficácia depois de vencidos e podem não proteger a sua pele como deveriam.
 
 
 
(foto: Pixabay/divulgação)
(foto: Pixabay/divulgação)
Reumatologia a 
serviço dos atletas
Na área esportiva, a dor está presente ao longo de toda a carreira do atleta e pode estar ligada a uma experiência sensorial, emocional e psicológica, que afeta completamente o rendimento, a estabilidade física e a saúde. Pesquisa realizada pelo Ibope em 2017 indica que 53% dos atletas sofrem com dores musculares pelo menos uma vez a cada três meses. O estudo mostrou também que 58% das pessoas justificam as dores, como a má postura, enquanto 56% indicam que um dos principais fatores é o excesso de atividade física. Por conta disso, Claudia Goldenstein Schainberg, médica especialista em reumatologia e tratamento de doenças que afetam o tecido conjuntivo e o sistema muscular esquelético, explica como a reumatologia pode ser a solução mais assertiva para as dores físicas de esportistas. “Diversas doenças diferentes podem afetar a coluna, quadril, pernas, braços ou pescoço. A reumatologia avalia o paciente de uma forma geral para identificar a causa das dores – que pode ser desde uma torção até uma grave fratura, osteoporose, tumores etc.”, esclarece a especialista. A reumatologia sabe a causa de suas dores, prevenindo possíveis lesões e cuidando da dor. “As dores causadas em exercícios podem se tornar uma enfermidade e causar grandes lesões se não forem tratadas corretamente. Se necessário, o especialista lhe receitará medicações, tratamentos e até cirurgias, dependendo da situação.”





Prevenção de 
quedas de idosos
Estima-se que um em cada três idosos com mais de 65 anos sofra queda. Acima dos 80 anos, esse número sobe para quatro em cada 10; e salta para um em cada dois quando o recorte é feito entre os que vivem em asilos e casas de repouso. “O envelhecimento, por si só, é um fator de risco para quedas. Afinal, o passar do tempo provoca um déficit em todo o sistema locomotor, que envolve ossos, músculos e articulações, e também leva à diminuição da visão, da audição e da cognição. Por outro lado, isso não significa que um senhor ou senhora cair deve ser visto como algo normal, até porque o acidente pode sinalizar que a pessoa está frágil ou doente”, argumenta o presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), Moisés Cohen. A entidade lançou este mês a campanha de prevenção de acidentes em idosos e lista algumas atitudes que podem evitar problemas maiores: – Não deixar tapetes soltos, especialmente os pequenos. O ideal é prender as pontas deles com fita adesiva própria ou então tirá-los do chão. No banheiro, o tapete deve ser antiderrapante; – Colocar corrimão dos dois lados das escadas, nos corredores e dentro do box do banheiro; – Usar sapatos fechados e com solado de borracha; – Evitar andar em áreas com piso úmido; – Não encerar o chão; – Não deixar móveis, fios, brinquedos e outros objetos espalhados pela casa; – Deixar uma luz acesa à noite, caso o idoso se levante para tomar remédio ou ir ao banheiro; – Manter o telefone em local acessível; – Se necessário, usar bengala, muleta ou outro instrumento de apoio.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade