Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Conta-gotas


postado em 14/04/2019 05:06

(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press %u2013 11/11/15)
(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press %u2013 11/11/15)

Quem sofre com varizes sabe o que é ter a sensação de pernas pesadas. Mais comum em mulheres, o problema também pode afetar os homens e costuma ter causa hereditária. Porém, alguns hábitos podem provocar as varizes, como falta de atividade física, obesidade, tabagismo e manter-se por longos períodos em pé ou sentado. De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), elas afetam 45% das mulheres e 30% dos homens. A cirurgiã vascular Cláudia Fiorini, de Alphaville (SP), reuniu uma lista com mitos e verdades para esclarecer de uma vez por todas as dúvidas sobre o problema.

Trombose tem relação com as varizes
Mito. Varizes isoladamente são consideradas de baixo risco para trombose. Costuma-se acreditar que um problema tem relação com o outro porque as pessoas acham que o sangue circula com dificuldade, mas as veias da trombose são diferentes das varizes.

Ficar muito tempo parado é ruim para a circulação
Verdade. Ficar muito tempo em pé também. O ideal é movimentar os membros inferiores a cada 90 ou 120 minutos. Não precisa ser uma caminhada. Podem ser movimentos como o de acelerar um carro repetidamente, por exemplo. A caminhada no fim do dia ajuda a circulação, mas não evita o problema.

Varizes podem evoluir para a chamada insuficiência venosa profunda
Verdade. Varizes superficiais não tratadas podem sobrecarregar o sistema venoso profundo, fazendo com que haja aumento de pressão nessas veias e, consequentemente, insuficiência.

É fácil identificar e tratar as varizes

Verdade. Na consulta médica, o profissional avalia, por meio da anamnese e exame físico, a existência de varizes ou vasinhos, quantidades, calibres e sintomas. A partir daí, é possível ter uma estimativa inicial do número de sessões necessárias para
tratar o problema.

As veias tratadas fazem falta
Mito. Varizes são veias doentes, que não executam sua função com eficácia. Já existem outras veias suprindo as deficiências provocadas na circulação pelas veias varicosas. Retirá-las cirurgicamente ou ‘secá-las’ não faz nenhuma falta, além de melhorar os sintomas causados pela doença venosa.


Controle o uso de medicamentos

Já ouviu falar em iatrogenia? Termo bastante conhecido por profissionais da saúde, se refere a danos causados ao paciente em razão de tratamentos a que ele se submete. Em idosos, essa situação se agrava, principalmente, pelo fato de consultarem diversos especialistas, simultaneamente. De acordo com a enfermeira e diretora da Viver Essencial Care, Maria Cristina Soares Brandão, é uma situação que pode ser evitada. “Devemos tomar conhecimento dos efeitos colaterais dos medicamentos, comprar medicamentos com receita médica, evitar a automedicação, procurar ter sempre um médico gestor para conversar com toda a equipe que atende o paciente”, revela. Os efeitos colaterais da iatrogenia em idosos são tonteira, boca seca e aumento do risco de queda, entre outros. De acordo com a especialista, existem duas formas de controlar a iatrogenia. “Por meio do Critério de Beers, que consiste em uma listagem de medicamentos considerados inapropriados e/ou pouco seguros para serem administrados em idosos, e o Critério Stopp e Start, ferramenta de rastreio que ajuda médicos e farmacêuticos na detenção de potenciais erros na prescrição de medicamentos”, informa. Além dos idosos, outros grupos também podem vir a ter iatrogenia: em pós-operatórios, oncológicos, drogadictos e com fraturas, entre outros.



Estética inclusiva

Sentir-se bem esteticamente é fundamental para o bem-estar. Estar feliz com a aparência reflete positivamente no físico e no emocional e é fundamental para a qualidade de vida. Essas são as diretrizes da Clínica-Escola de Estética e Cosmética da Newton, que, a partir de amanhã, passa a ofertar mais serviços, novos e modernos equipamentos, tecnologias de tratamento avançadas e um ambiente de estética inclusiva. Ou seja, todos os tratamentos faciais e corporais já oferecidos à comunidade, por valores simbólicos, agora poderão ser usufruídos com total conforto também por pessoas com dificuldades de locomoção e outras necessidades. “O setor de beleza e estética é um dos que mais crescem no Brasil, mas é preciso pensar na prestação de serviços estéticos acessíveis a todos”, justifica Izabela Teixeira Dias, coordenadora do curso de tecnologia em estética e cosmética da Newton Paiva. A clínica foi totalmente reformada e adaptada em termos de acessibilidade. Informações a agendamento prévio: (31) 3516-2644/3516-2669. A clínica-escola fica na Av. Silva Lobo, 1.718, Bairro Nova Granada.




Ações que podem fazer a diferença na vida das pessoas

Atitudes pequenas podem mudar a sua vida e a das pessoas ao seu redor de uma maneira que nós não imaginamos. Além de tudo, essas pequenas atitudes não custam dinheiro e são benéficas para todos. O filósofo Fabiano de Abreu aponta 10 ações que podem fazer toda a diferença: “A prática de boas ações é uma jogada inteligente para uma reciprocidade benéfica. Quando inconsciente e natural, desperta a admiração posicionada pelo cognitivo do ‘outro’. Fazer o bem faz bem. Atitudes simples, como sorrir mais, abraçar as pessoas e caminhar, são exemplos de boas ações consigo mesmo”.
O filósofo é autor do livro Viver pode não ser tão ruim e é a favor de uma agenda positiva de generosidade e engajamento social como forma de se obter mais qualidade de vida e melhores relacionamentos.  Confira: Sorrir; buscar a paz; meditar; abraçar; boa noite de sono (foto); exercitar a curiosidade; ler mais; caminhar; atender e tratar bem; ser educado.


Vivendo além  do divã

A Câmara Municipal de Lagoa Santa realiza, nos dias 22, 24 e 25, o ciclo de palestras Vivendo além do divã. Será na sua sede, na Avenida Rodoviária, 124, Bairro Lundceia, em Lagoa Santa. O evento contará com diversos palestrantes, que abordarão temas relevantes sobre psicologia, práticas esportivas na melhoria da qualidade de vida, empreendedorismo, direito, artes plásticas etc. Um dos objetivos é promover maior integração entre os vereadores e a população da cidade. Entrada franca. O Vivendo além do divã, idealizado pela psicóloga clínica Cristiane Coelho Lelis, completou, na última sexta-feira, 10 anos de existência. “Nessa década, vidas foram transformadas e restauradas, ganhando novo significado”, afirma a psicóloga. Mais informações pelo (31) 99377-1489.


Extensão de cílios exige cuidados

Olhos de boneca sem precisar usar máscara de cílios e ainda acordar como se estivesse maquiada. O desejo de consumo da maioria das mulheres tem se tornado realidade com a famosa extensão de cílios – procedimento estético que garante fios mais volumosos e mais longos. De acordo com a especialista e professora em extensão de cílios Ana Luiza Campos de Lima, o procedimento, quando feito por um profissional bem qualificado, não danifica a integridade dos fios naturais e ainda garante beleza ao olhar da mulher. “A técnica é muito segura. No entanto, a pessoa que deseja realizar a extensão deve procurar um profissional qualificado e buscar referências no mercado sobre ele. Ainda que seja aparentemente um procedimento simples, há cuidados que o profissional deve seguir à risca, pois tratamos de uma região altamente sensível e delicada.” Um ponto importante, segundo a especialista, é que o profissional deve saber avaliar a qualidade dos produtos e a forma correta de utilizá-los durante o procedimento, visto que a cola é de uso profissional. “O manuseio irresponsável pode gerar perda total dos fios e até mesmo sérias irritações e úlceras caso entre em contato com a esclera ou a íris.”


Massoterapia gratuita no projeto Felizidade

Iniciativa voltada para pessoas com mais de 55 anos conta com novas parcerias a partir deste mês: RM Ginástica Laboral, All Pé Dr. Scholls e Espaço Cátia Silene. A Avatim, a Drogaria Araújo e a Imunológica Vacinas permanecem no programa. Criado em setembro do ano passado pelo Minas Shopping, o projeto Felizidade oferece programação especial. Com o objetivo de promover qualidade de vida e hábitos saudáveis, o projeto reúne diversas atividades e serviços gratuitos à comunidade, como aulas de dança, alongamento e massagem. Neste mês, o Felizidade passou a oferecer novidades para os participantes. A RM Ginástica Laboral se une ao projeto na promoção de atividades físicas, como alongamento, dança, exercícios de fortalecimento e coordenação motora. As aulas são promovidas às segundas e quartas-feiras, das 10h às 11h. Para o gerente-geral do Minas Shopping, Fábio Freitas, as novas parcerias enriquecem o Felizidade e proporcionam ainda mais momentos de lazer para os participantes. “Estamos satisfeitos em contribuir para a diversão e para a promoção de hábitos de vida mais saudáveis entre nossos clientes. Temos certeza de que os novos parceiros agregam muito aos serviços que já têm sido oferecidos”, pontua. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (31) 3429-3545 (de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h) ou pelo sac@minasshopping.com.br. Os interessados devem informar nome, idade e RG. Para garantir a participação, é necessário apresentar atestado médico com validade de seis meses.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade