Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Conta-gotas


postado em 10/03/2019 05:05

(foto: Euler Júnior/EM/D.A Press %u2013 19/6/12)
(foto: Euler Júnior/EM/D.A Press %u2013 19/6/12)

Conscientização e inclusão
Idealizada pelo Instituto ManoDown, a Semana da Síndrome de Down do Mano Down será realizada entre os dias 17 e 23 e tem o objetivo de comemorar o Dia Internacional da Síndrome de Down (21), promovendo a conscientização e a inclusão social. A Semana da Síndrome de Down do Mano Down será recheada de comemorações, aprendizados, informações e inclusão. Na programação, várias atividades, que contemplam alguns dos pilares de atuação do Mano Down: esporte, saúde, empregabilidade, cultura, autonomia, sociedade, política, empoderamento e desenvolvimento, entre outros. Telefone (31) 3371-3739.

PERIGO DAS BEBIDAS FALSIFICADAS
O consumo de bebidas alcoólicas no Brasil supera a média global, segundo levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado em 2018. O maior problema é a comercialização por destilarias clandestinas de bebidas com mais metanol do que o permitido pela legislação. Segundo o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, dependendo da concentração, essa substância causa neurite óptica, uma lesão no nervo óptico que pode levar à perda definitiva da visão. O especialista ressalta que o máximo de metanol permitido nos destilados pela legislação é 0,25ml/100ml de álcool anidro, limite que geralmente é desrespeitado no uísque, na vodka e até na cachaça falsificada. O especialista afirma que o tratamento depende da avaliação de cada caso, mas geralmente são aplicadas injeções de corticoide para reduzir a inflamação do nervo óptico.

Doença do trabalho
Nas últimas décadas, a profissão médica vem passando por rápidas transformações e pressões no trabalho, junto com a falta de tempo. Nesse cenário, o médico exerce um trabalho no qual é praticamente impossível não passar por algum tipo de situação estressante e onde o tempo é escasso. É comum que os médicos se descrevam como esgotados do ponto de vista emocional e físico. Na realidade, muitos deles podem estar apresentando sintomas da síndrome de Burnout, mesmo não se dando conta disso. “Muitos médicos acabam indo trabalhar mesmo quando não estão bem, pois, diferentemente de alguns trabalhos, o deles tem uma recompensa social. Então, abrir mão disso tudo e se afastar é ruim”, explica Daniel Barros, psiquiatra do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas e coordenador médico do Núcleo de Psiquiatria Forense. No Brasil, a Bayer desenvolve, desde 2017, o projeto “Se cuida, doutor”, um convite à classe médica, para que os mesmos se cuidem, incentivando a prática de atividades saudáveis e a reflexão sobre como aproveitar os momentos de lazer, como desenvolver técnicas de meditação e como combater o estresse.



Como tornar a dieta mais saudável
Da os primeiros passos em direção a uma vida saudável pode ser mais simples do que se pensa. Uma das formas de melhorar a dieta é consumir grãos e cereais, que são nutritivos e já estão presentes nas mesas dos brasileiros. Para a nutricionista Larissa Miriam, da Bio Mundo, os benefícios que os grãos trazem são muitos. “Eles são nutritivos e contêm quantidades consideráveis de vitaminas, como complexo B, que é muito importante no cardápio de veganos e vegetarianos. Outro ponto positivo é que, apesar de conter carboidratos, os grãos têm baixo índice glicêmico por sua proporção de fibras, auxiliam na saúde cardiovascular e na redução do colesterol” afirma. A nutricionista destaca também a importância de ficar atento às formas como os grãos são consumidos, que são subdivididos em cereais integrais e grãos refinados. Deve-se priorizar o consumo de grãos integrais. Os refinados, como a farinha de trigo branca, são pobres em fibras e vitaminas e podem levar a um aumento da glicemia se consumidos isolados (sem proteínas, gorduras e fibras) na refeição.

CERAS DEPILATÓRIAS


A depilação a cera ganha hoje uma infinidade de novos produtos para a realização do procedimento em centros estéticos. As ceras especiais, como são normalmente conhecidas, apresentam propriedades naturais que prometem a redução de riscos e complicações futuras na pele. Certamente que muitos têm sua eficácia comprovada, mas será que esses aditivos, como coco, Aloe vera, oliva e chocolate agem realmente em benefício da pele? “Normalmente, a pele não absorve as propriedades da cera e, portanto, ela não tem a capacidade de agir no processo de nutrição. Acreditar que um aditivo específico pode impedir o surgimento de complicações, como foliculite e encravamento, é ingenuidade”, explica Regina Jordão, fundadora do Instituto Pello Menos. A especialista acrescenta que esses problemas só podem ser evitados a partir de uma série de cuidados pré e pós-depilação, que envolvem hidratação diária, esfoliação e pouca exposição solar. O procedimento a cera, quando feito corretamente, provoca pequenas lesões na pele, que são naturais do processo, e se tratadas corretamente não representam riscos.

REPRODUÇÃO ASSISTIDA
Fundada em 1999 por João Pedro Junqueira Caetano, ginecologista e especialista em reprodução assistida, a clínica Pró-Criar completou 20 anos Entre os principais tratamentos oferecidos pela clínica estão a fertilização in vitro, a inseminação artificial, a criopreservação de gametas e a oncofertilidade. Para João Junqueira Caetano, um fator importante é o tratamento acolhedor aos pacientes. “Todo paciente chega ao consultório com o mesmo desejo: ter um filho. Mas cada um carrega uma história de vida pregressa, que pode envolver uma série de questões, como tentativas de gravidez frustradas, medos, ansiedade e traumas. Nós ouvimos cada uma dessas histórias”, explica o especialista.


Publicidade