Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Conta-gotas


postado em 27/01/2019 05:08

(foto: Rob Lewine/Folhapress/Image Source )
(foto: Rob Lewine/Folhapress/Image Source )

 

 

 

 



DICAS PARA TER UMA VIDA MAIS EQUILIBRADA

A promessa de todo ano, para muita gente, é quase sempre a mesma: mudar os hábitos alimentares e incluir um exercício físico na rotina. Nem sempre a novidade ultrapassa os três primeiros meses, e o sedentarismo volta a prevalecer até o próximo dezembro. Tassiane Alvarenga, endocrinologista e metabologista da Unifesp, dá algumas dicas de como levar uma vida mais saudável:

1) Construa atividade física no seu dia a dia: misture o movimento em sua rotina diária. Faça mais caminhadas para chegar aonde você está indo. Isso dá tempo para pensar e refletir.

2) A melhor dieta é aquela com a qual você pode viver feliz o ano todo e que consiga manter a longo prazo. Nada de processos milagrosos ou alimentação restritiva demais.

3) Organize seu sono: conseguir dormir oito horas todas as noites pode ser uma das maneiras mais simples de melhorar sua vida e sua saúde.

4) Trabalhe com profissionais de saúde que trabalhem com você: alguém que possa conversar sobre o quadro geral da sua saúde e tudo o que está afetando, seja no corpo, alma, mente ou coração.

5) Defina uma rotina positiva para a vida e comemore  pequenas vitórias.



APROVEITAR O CARNAVAL SEM DANIFICAR A PELE

Carnaval combina com fantasias, brilhos, tintas, sprays, lantejoulas, glitters e purpurinas. Mas alguns dos adereços que ficam em contato com a pele podem causar reações alérgicas. Por esse motivo, a dermatologista Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da American Academy of Dermatology (AAD), alerta sobre a escolha das maquiagens e adereços usados para compor ou incrementar as fantasias dos foliões. “O risco mais comum é o de reação alérgica e os sintomas não são necessariamente imediatos. O inchaço e vermelhidão podem aparecer até 24 horas depois da exposição ao produto”, explica a dermatologista. A especialista lembra que se o paciente notar irritação na pele, urticária (vergões vermelhos) ou qualquer anormalidade, deve procurar imediatamente o médico.



Rejuvenescimento FACIAL

Manter a pele saudável e bonita vai muito além de utilizar cosméticos e sabonetes. Manter uma alimentação balanceada e praticar exercícios físicos são essenciais para garantir o rejuvenescimento da pele. “Depois dos 40 anos, a maioria das pessoas passa a experimentar um espessamento do chamado estrato córneo, a camada mais externa da pele. Composta principalmente de células mortas e colágeno, ela se torna mais seca, quebradiça e densa. Ao mesmo tempo, a camada abaixo da epiderme (a derme) começa a ficar mais fina e perde elasticidade, resultando numa aparência mais translúcida e sem vigor”, comenta Luciana Maluf, dermatologista e consultora de Beleza da Condor. Uma alimentação equilibrada, com redução de frituras, industrializados e açúcar, é a primeira regra para a saúde da pele. Entre os alimentos que podem contribuir para a saúde da pele estão abacate, manga, amêndoas, acerola, queijo tipo cottage, linhaça, cogumelos e batatas assadas.

ALIMENTOS SAUDÁVEIS

Prevenção continua sendo o melhor remédio contra doenças e desordens no organismo e um dos aliados mais importantes está na dieta, com alimentação saudável. “Alguns alimentos têm a capacidade de ajudar e muito o funcionamento do nosso corpo, facilitando a circulação do sangue, por exemplo. Então, é fundamental, para evitar doenças e ter veias e artérias saudáveis, incluí-los na dieta”, afirma a cirurgiã vascular e angiologista Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Segundo a especialista, alguns alimentos recomendáveis para veias e artérias saudáveis são beterraba, alecrim, gengibre e laranja.


INFERTILIDADE MASCULINA AUMENTA

Estudos realizados em diversos países mostram que a qualidade média do sêmen vem caindo pelo menos desde a década de 1930. Não há informações conclusivas sobre as causas – as principais suspeitas recaem sobre o álcool, o cigarro e substâncias químicas presentes em pesticidas, solventes e recipientes de plástico. Um dos poucos estudos no Brasil sobre o assunto foi feito recentemente pela bióloga Anne Ropelle em sua dissertação de mestrado na Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Das 33.944 amostras registradas pelo Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da universidade (CAISM), entre 1989 e 2016, a pesquisadora analisou 18.902 e dividiu os exames em cinco períodos de tempo a fim de analisar os parâmetros que medem a qualidade do sêmen: concentração, motilidade progressiva e morfologia. Foi notada queda significativa em todos eles. De acordo com o especialista em reprodução humana Marco Melo, diretor da Clínica Vilara, se os números continuarem caindo, os casais poderão encontrar maior dificuldade para conseguir uma gestação.




FONO: FUNÇÃO E ESTÉTICA

Com foco no funcionamento dos músculos faciais e na harmonia de expressões e movimentos, a fonoaudiologia estética ainda é um tema pouco conhecido, tanto para leigos quanto para a comunidade científica. O fato é que a musculatura do rosto também pode ser tonificada por meio de técnicas específicas, capazes de aprimorar as funções de mastigação, deglutição e respiração. Esse é o enfoque do livro Fono: função e estética (Benvinda Editora), recém-lançado pela fonoaudióloga mineira Valesca Resende. No livro, a fonoaudióloga propõe uma série de técnicas sequenciais para aprimorar a motricidade orofacial. Entre elas, drenagem linfática manual (DLM), manipulação muscular, crioterapia e eletroestimulação.


USAR COSMÉTICOS FORA DA VALIDADE
TRAZ RISCOS?

Quem nunca esqueceu um creme, xampu ou maquiagem no armário e, depois de algum tempo, usou o produto mesmo após
seu vencimento? Mas, será que utilizar produtos fora da validade pode trazer algum risco para
a saúde? Segundo o dermatologista
Bruno Vargas, membro da Sociedade Brasileira
de Dermatologia (SBD), qualquer tipo de produto, seja para pele ou cabelo, tem diversas composições químicas que garantem sua
eficácia e vida útil e utilizá-los após
o vencimento não é indicado.
Embora possam não trazer grandes riscos se empregados, isso não exime a chance de uma alergia ou algum outro tipo de problema. “Raramente, produtos cosméticos vencidos vão causar problemas de saúde, mas isso não quer dizer que nunca ocorrerá”, alerta.


Publicidade