Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Movida pela fé e a coragem

A mudança, na maioria das vezes, ocorre diante de uma situação que incomoda ou se torna insustentável. Viver novas experiências, mudar o rumo da vida, é saudável


postado em 06/01/2019 05:06

Marina Ornelas largou a carreira na área pública para trabalhar ao lado da família (foto: Nara Corrêa/Divulgação )
Marina Ornelas largou a carreira na área pública para trabalhar ao lado da família (foto: Nara Corrêa/Divulgação )

 

 

 

 





Marina Ornelas, de 45 anos, bióloga e especialista em emagrecimento biológico e definitivo, nasceu em BH e foi criada em Caeté. Casada com Wagner Duarte, é mãe de Vítor, de 9, e Heitor, de 7. Extrovertida, comunicativa, criativa, alegre, é daquelas pessoas de bem com a vida. De astral bom, sabe? Adora viver em grupos, gosta de gente, de histórias de vida e é com ela mesmo interagir com as pessoas. Gosta de ser útil e, garante, é movida por desafios e busca sempre se desenvolver. Característica de quem tem facilidade de se adaptar a novas situações.

Ela também é daquelas que se entregam, que durante anos fez promessas para todo ano novo. Cumpriu muitas, mas outras tantas eram só figuras repetidas, como emagrecer! Mas Marina garante que sempre foi mais de realizar do que adiar. “Profissionalmente, durante muito tempo, não fiz planos, porque, como funcionária pública há 16 anos, me sentia estável e não via a perspectiva de novos desafios. Mas sempre tive alguma atividade a mais, além do serviço público: ou estava dando aulas ou vendendo joias e roupas.”

Marina conta que, talvez pela sensação de segurança da carreira pública, ela nunca pensou em mudanças, até que viveu uma situação bastante desconfortável. “Depois de muitos anos, fui transferida de área e isso me gerou imenso desgaste, inclusive, tendo de acionar a Justiça para retornar ao meu setor, que sempre foi a saúde. Retornei ao meu posto de trabalho, mas me senti desmotivada e comecei a ficar com vontade de mudar. Porém, ficava sem saber o que poderia fazer, já que as minhas outras atividades paralelas me satisfaziam, mas não supriam a minha necessidade financeira. Tentei, junto com um amigo e de forma paralela ao meu serviço público, empreender na área de alimentação. Não deu certo e fali depois de um ano. Nessa altura, já era certeza de que não queria continuar na prefeitura. Após o fracasso do negócio, não tinha ideia do que fazer. A única coisa concreta que tinha era de que, de um jeito ou de outro, não permaneceria ali. Nunca imaginei trabalhar com o que faço hoje, mas as coisas foram acontecendo meio que por acaso. Em busca de resolver o meu problema com o emagrecimento, uma oportunidade inesperada ocorreu.”

Assim, de 2017 para 2018, a vida de Marina mudou. “O ano passado foi incrível, tanto pessoal quanto profissionalmente. Entre vários cursos e viagens, as principais promessas cumpridas foram a realização de workshops Vida Leve para aproximadamente 200 pessoas, com o objetivo de levar autoconhecimento e desenvolvimento voltado para a área de emagrecimento. Realizei um grande sonho de poder trabalhar em família, junto do meu marido, filhos e da minha irmã. A outra conquista foi de fato a decisão de me afastar do serviço público para me dedicar, exclusivamente, a essa nova carreira.”

Largar a segurança de um emprego público é para quem tem coragem. Marina explica: “Lembra-se do desafio de emagrecer todos os anos? Vivi isso por mais de 20, num eterno efeito sanfona. A falta de controle sobre o meu peso era um dos pontos que me incomodavam e fazia com que, de alguma forma, faltasse algo para que me sentisse completa e mais feliz. Decidi, então, em causa própria, buscar conhecimento nessa área, não sob o ponto de vista da nutrição e da atividade física, mas algo que pudesse buscar mudanças além de saber sobre o que se come ou não para emagrecer. Isso eu já sabia.”

“Fui atrás de conhecimento, especializações e formações que me ajudassem. Estudei, revi conceitos da biologia, genética, fisiologia e me enveredei, principalmente, em estudos na área de comportamentos, mudanças de modelo mental e desenvolvimento humano. Comecei aplicando esses conhecimentos em mim e tive como resultado a eliminação de 22 quilos, me mantendo assim desde então. Comecei a aplicar em pessoas próximas, amigos, familiares, colegas de trabalho e eles também começaram a ter resultados. Então, um dia, uma amiga me disse: ‘Marina, você nasceu para isso’.”

SEGURANÇA


Foi aí que Marina percebeu que havia muitas pessoas vivendo a “dor de não conseguir fazer a gestão do seu peso. Com a ajuda de alguns profissionais, idealizei um método com base em várias técnicas de autoconhecimento e performance para resultados, e nasceu o método de ‘emagrecimento biológico e definitivo’, o qual já ajudou centenas de pessoas. O que não imaginava era que a transformação no corpo pudesse refletir de maneira tão positiva em várias áreas, trazendo o conceito de uma vida com mais leveza, muito além do corpo e da balança. Essa passou a ser a minha bandeira.”

Marina não estava feliz na carreira pública e tomou a nova atividade como uma missão, algo que a deixava entusiasmada, realizada e trazia resultados concretos. “Contribuir para transformar vidas é maravilhoso. Inicialmente, pensei em conciliar as duas carreiras. Solicitei a redução da minha carga horária, mas percebi que estava sobrecarregada. Decidi, então, me definir. A minha opção foi viver meu sonho. Em 2017, planejei o meu desligamento para o fim de 2018, o que deve ocorrer em 2019.”

A maior barreira, lembra Marina, foi lidar com o conceito da estabilidade do serviço público em meio a um país com tantos desempregados. “Isso ocorre, principalmente, por parte de alguns amigos e colegas de trabalho e sei que a intenção é sempre no sentido de me proteger. Quanto à minha família, foi onde tive mais apoio, inclusive, hoje, o meu marido é meu sócio na empresa que constituímos. Claro que todas as mudanças geram angústia e ansiedade, até mesmo para nos proteger de agir de forma impulsiva. Cometemos erros e acertos, mas tenho a tranquilidade de enxergar a oportunidade de aprendizado. Para ficar mais tranquila, fiz um planejamento financeiro e contratei dois mentores que me ajudam a seguir os passos da melhor forma.”

Para Marina, a mudança é necessária. “Toda possibilidade de mudança me traz motivação, me sinto viva, esperançosa, capaz e entusiasmada. Gosto dessa sensação da liberdade de criar coisas, de que estou realizando, isso é muito importante para mim, sinto a vida fluir quando penso em mudanças. Se dissesse que não tenho medo nenhum, estaria mentindo. Mas nunca tive medo a ponto de me impedir. Assim como nunca me arrependi. Procuro uma forma de me sentir minimamente segura e, no mais, é contar com a coragem e a fé de que tudo vai dar certo.”




Publicidade