Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Despertar para novos tempos

A conjunção planetária de 2019 evoca um período de preparação para mudanças no cotidiano, com rompimento de estruturas rígidas e transformações necessárias à reorganização social


postado em 30/12/2018 05:03

 

 







“O hábito de observar o céu e os astros em busca de orientação existe há milênios”, afirma Giovana Mendes. Astróloga e taróloga atuante em BH, ela revela o que dizem o mapa astral e as cartas do tarô para 2019. E lembra. “A astrologia é um instrumento de orientação e apoio. Não é meramente adivinhatória e especulativa. Ela é divinatória. Desde os primórdios, o homem analisa o céu, tem essa fascinação pelos astros e sempre se orienta pelo posicionamento das estrelas. Os navegantes, os nômades, todos os grandes observadores da humanidade estiveram ligados no céu. Por volta do ano 3 mil a.C., os babilônios já estudavam a astrologia. E esse movimento que vem atravessando a humanidade e envolve tudo o que está na natureza, no macro, interfere no micro. A influência dos astros na nossa rotina é imensurável.”

 Ela afirma: o ano novo será regido por Marte. Mas em que medida a constatação diz sobre nossa existência? “O mapa astral funciona como um Waze espiritual”, brinca Giovana, comparando o estudo ao aplicativo de localização geográfica. “É uma ferramenta e aponta que, a partir de 20 de março, quando o Sol estará a zero grau de Áries, as energias do ano entrarão em ação (o calendário gregoriano é diferente do astrológico). Marte, que é o planeta da força, da guerra, da ação, encabeça o ascendente.” E explica: “Muitas pessoas atribuem a ele uma regência desafiadora, difícil, mas Marte é a nossa ação, principalmente a interna, a energia que você alimenta dentro de si. Portanto, é importante observar a sua atitude antes do todo, ter muito cuidado com os pensamentos, as ações, principalmente com a fala, com aquilo que verbalizamos”.

 No mapa astrológico do ano, a conjunção planetária Saturno e Plutão em Capricórnio indica que “as coisas estão entrando nos eixos”. Giovana explica que tal movimento pede disciplina, ordem, planejamento. “O planeta é considerado um mestre, direciona um lado também muito conservador, pragmático. Seremos cobrados profissionalmente, psicologicamente, dentro da família. Em todos os aspectos. E também cobraremos nossos governantes, líderes.”

 No entanto, a astróloga volta a falar sobre a busca pela autoanálise antes de tudo. E dá um recado: “Para cobrar é necessário expandir a nossa consciência, observar o que estamos fazendo para ajudar nessa evolução e não somente reclamar, discutir, falar que tudo está ruim, difícil, em crise. Importante lembrar que quando alimentamos a crise, esquecemos de fazer nossa parte”.

NÚMERO 3

 

Na numerologia, Giovana lembra que o ano, que é regido pelo número 3 (a soma de 2+9 =12 e, de 1+2 = 3), representa um período de força da comunicação. “Envolve nossa expressão. Em família, por exemplo, chama as pessoas a estar mais próximas, prestar mais atenção no outro. Sair do nosso mundinho particular e começar a enxergar o outro”, sugere. E contrapõe a ação ao mundo virtual, em que todos ficam de olho no seu smartphone e se esquecem de estar lado a lado. Giovana lembra a importância da troca olho no olho. “Creio que muita gente vai querer estar lado a lado, conectar-se mais com as pessoas, sair do virtual e se relacionar mais com o outro, com a natureza, compartilhar de forma mais íntima.” E afirma que, em relacionamentos amorosos, o ano marciano implica grandes conquistas. “Vai mexer com a nossa necessidade de ser apreciado, de estar com as pessoas, o que motiva e favorece a busca por relações mais intensas e mais próximas.”

Diretrizes para o ano novo

Saiba o que preveem os astros em relação a:

. Julgamento – Tudo o que estava escondido virá à tona graças à influência de Saturno, que representa também a justiça. E isso não só na política, mas em todos os setores. Passamos por um período de grandes revelações em todas as áreas: social, religiosa, política, economia. Seremos cobrados para atitudes sérias, positivas. E julgados e sujeitos a consequências em caso de atitudes negativas.

. Finanças – A entrada de Urano em Touro aponta para a reinvenção, para formas alternativas de fazer dinheiro. Isso já vem em experiências de economia compartilhada a exemplo dos aplicativos de transporte, dos coworkings. O compartilhamento de dados, de informações, as moedas virtuais. Não há uma perspectiva de grandes melhorias, mas reivenção, alternativas de sobrevivência inspiradas no empreendedorismo, na busca por independência.

. Informações – O cotidiano do século 21 está marcado pelo bombardeio de informações. Segundo a astróloga, nossa mente está sendo preparada para pensar diferente. “Precisamos otimizar o tempo, filtrar as informações, escolher a que daremos atenção para não cair na improdutividade”, sugere. Marte representa produção e Saturno resultados. Como estamos conectados o tempo todo, o filtro se faz imprescindível; O mundo está mudando rapidamente e o tempo se torna cada vez mais precioso.

. Relacionamentos – No lugar de relações travadas e bloqueadas, fruto de pessoas na defensiva, a regência masculina de Marte evoca conquista, amor e paixão. As pessoas voltarão a cultivar os sentimentos de romance. O ano marciano implica grandes conquistas, o desejo de sermos apreciados, de estarmos com as pessoas, o que motiva e favorece relações mais intensas e mais próximas.

 

. Política – Com a entrada de Saturno em Capricórnio, a direita é uma tendência no mundo. No entanto, a impulsividade nas ações e o tom grave de discursos podem gerar problemas de comunicação e resultar na queda de líderes. Será necessário muito tato e diplomacia para sustentar um governo sem grandes ataques e oposições.

. Atitude – Ame mais, seja mais gentil, tolerante. Num processo interno, cada um deve fazer sua parte. Orai e vigiai. Cuidado com o que você posta nas redes sociais, compartilha, diz, com as formas de pensamento, crenças. Perceba o que deve ser melhorado e tenha foco na direção que quer tomar. 

 

 


Publicidade